9 de abr de 2012

Resenha - A Esperança

A Esperança
Suzanne Collins
Editora Rocco

Spoiler Alert!!! Se você não leu Jogos Vorazes e Em Chamas, não prossiga. Leia e comente na resenha do 1° livro e do 2° livro. 


Antes que você leia essa resenha preciso lhe dizer algo: A resenhista que vos fala é completa e totalmente retardada. 
Ninguém precisou me dizer isso. Eu aprendi sozinha, assim que terminei de ler A Esperança.
Sabe aquela mania completamente irritante mas que você não consegue controlar? Então, eu a possuo. A minha é: ler a última frase de um livro antes mesmo de ler a primeira página. E com isso eu corro alto risco de receber os mais absurdos spoilers. Apesar de que não entendo bem o que eu li, quando me aproximo do final percebo a burrada que fiz, mas aí já é tarde demais para apagar a frase da minha mente.
Se você leu minhas resenhas de Jogos Vorazes e Em Chamas percebeu que eu sou totalmente pirada pela série. E quando percebi do que se tratava a última página li algumas frases soltas, além da última. E como queria ler, mas sem pegar spoilers, li tudo pelos cocos e entendi tudo errado. Por isso, NUNCA, em hipótese alguma faça o que eu fiz, ok? Principalmente ao ler A Esperança.
Recado dado, vamos ao que interessa.
Depois de resgatarem Katniss, Beetee e Finnick da arena da 75ª edição dos Jogos Vorazes o problema agora é outro. E se falharem não comprometem apenas suas vidas, mas as vidas de Panem inteira. E outro pequeno problema foi meio que ignorado na hora do desespero: Peeta, Johanna e Enobaria foram levados para a Capital. Elas sabiam do plano, ele não. Mas Peeta era a pessoa mais próxima de Katniss, o que o presidente Snow penso que significasse que ele também sabia de tudo. 
De um lado a Capital. Do outro o até então quieto e aparentemente extinto Distrito 13. Quem vence? Isso depende do desempenho dos ex-tributos ainda vivos.
Enquanto Peeta precisa provar para o presidente Snow e para toda Panem que a guerra é algo ruim que pode destruir todo o mundo, o Distrito 13 quer mostrar para a Capital e para os outros Distritos que eles não precisam da Capital para viver. Mas para isso, precisam antes se livrar do domínio da Capital.
Dessa vez, Katniss terá de seu lado Gale, Haymitch, e os outros tributos ao seu lado, mas, de quem ela sente mais falta? A resposta é obvia demais.
Nem todos que são fãs dá série realmente gostaram de A Esperança. Eu não me incluo nessa porcentagem. Sinceramente, eu não esperava tantas mortes. Principalmente de pessoa que eu gostava tanto. (Um minuto de silêncio pelas suas mortes.) :,( Não vou dizer de quem, não quero soltar spoilers desse livro.
Apesar de ser um final épico para a série, eu ainda acho que algumas pontas ficaram soltas. Suzanne poderia ter explicado melhor o que aconteceu com alguns personagens. Isso me incomodou um pouquinho. 
Além disso, por mais que seja um livro de aventura e tudo mais, havia #aquela expectativa para saber quem Katniss escolheria com seu parceiro para a vida toda. E isso só se resolve no final do livro. Apesar dos pesares eu gostei. *-*


"- É isso aí. - Ouço as algemas de Peeta deslizarem pelo suporte à medida que ele assenta o corpo. - Fico pensando como será que ela vai decidir.- Ah, isso eu sei. - Consigo apenas captar as últimas palavras de Gale através da camada de pelo. - Katniss vai escolher aquele sem o qual ela acha impossível conseguir sobreviver."

Página 354.
Eu não poderia ter escolhido melhor desfecho para a história. No segundo livro, a primeira parte recebe o nome de "A fagulha" e mais ou menos isso que acontece. Aos poucos o livro entra em combustão, fica Em Chamas - péssimo trocadilho. Mas é em A Esperança e a coisa realmente pega fogo de verdade e vemos tudo ser consumido rapidamente até que reste apenas... Bem eu não vou contar o que resta. o.O
Uma coisa que me incomodou ao longo da leitura foi perceber que alguns erros passaram despercebidos na revisão. Ninguém é perfeito, mas a Rocco é um editora conceituada, e cobra bem caro por seus livros, eu esperava um pouquinho mais de cuidado, nos três livros.
Tirando isso, posso dizer que Suzanne Collins é minha nova queridinha da literatura internacional. Juro, são poucos que conseguem escrever como ela, e se conseguem, só depois de #MUITO trabalho.
Como já é de praxe, preciso dizer meu personagens favoritos:
Haymitch é Haymitch e fim. Não tenho mais nada a dizer.
Cinna. Ele sempre estará no meu coração. :,)
Finnick, apesar de completamente pirado, ele é bem legal. Todos se identificam com ele. <3
Peeta é Peeta. E assim como Haymitch, não há mais nada a dizer.
Gale apareceu bem mais nesse livro. Gosto dele, mas ainda prefiro Peeta. <3
Katniss é corajosa e guerreira como sempre. Está do lado da população e não desiste nunca. E ela está completamente diva em A Esperança.
Coin é uma mulher para lá de chata. Eu não gosto dela e pronto. Há quem goste. Ou não.

"Então, depois, quando ele sussurra:
- Você me ama. Verdadeiro ou falso?
Eu digo a ele:
- Verdadeiro."
Página 417.
Desfecho ÉPICO para um série mais ÉPICA ainda. Se você não leu a série CORRE. Se já leu Jogos Vorazes CORRE MUITO para ler Em Chamas e A Esperança. E se já leu o 1° e 2° livros CORRE DE VERDADE para ler o 3°. RUN!!!!!

Nota: 

2 comentários:

  1. Eu senti também isso de certas falhas, pontas soltas mesmo. Coisas desnecessárias acontecerem, mortes desnecessárias, umas coisas que não achei graça. Senti mais amor e loucura por Jogos Vorazes e Em Chamas (até um pouco mais da metade do livro, porque depois senti que foi caindo o nível de "uais" do livro) e esperei sentir aquela mesma loucura por esse ultimo, mas não. Tive foi até decepção se quer saber. Porque esperei mais o livro todo e só o final final mesmo, aquela parte que mostrava o futuro deles, aquilo foi o que redimiu o livro pra mim, porque ele mesmo não foi dos melhores =/ Esperava por bem mais...

    ResponderExcluir
  2. eu particularmente não gostei do 2° livro EM CHAMAS porque eles vão pra arena só no final, estou lendo o 3° ESPERANÇA parte II e desde o inicio tenho achado um exagero da parte do autor colocar a Ketiniss praticamente como uma retardada, ela não faz nada além de chorar, e passar mal, o livro ta muito tedioso até agora, espero que até o final melhore.

    ResponderExcluir