31 de mai de 2011

Resenha - Uma canção em Nova York

Uma canção em Nova York
Rosana Rios,
Editora FTD.

Sinopse:
Alex, um garoto de 14 anos, realiza uma viagem para Nova York, EUA, em companhia de uma tia. Lá conhece uma jovem brasileira – Ana – que reside em Manhattan, no coração de Nova York. Faz parte desse cenário o importante centro de formação musical – a Juilliard School. 
Marcada pelo suspense – característico da obra da autora –, a narração traz a multiplicidade da vida numa das maiores cidades do mundo, habitada por personagens vindos de diferentes partes do planeta.
  

Uma canção em Nova York é um daqueles livros que você lê em apenas um dia. Apesar de suas 205 páginas, a história é de uma simples leitura, os personagens são cativantes, a história se passa em Nova York e gira em torno das músicas de Lennon.
Acho que o mundo literário já está saturado de histórias de vampiros,. anjos, deuses, zumbis ou qualquer coisa relacionada ao mundo sobrenatural. Esse livro foge totalmente do "padrão" da literatura YA. Mesmo sendo uma história fantasiosa poderia ter acontecido com qualquer um que viajasse para Nova York.
Tudo começa quando Alex, convidado por sua tia, vai fazer intercâmbio nem NY. Deixando família e amigos aqui no Brasil, parte junto com sua tia, com o objetivo de fazer um curso de linguas para aprimorar seu inglês, que apesar de conseguir se expressar não passa do básico.
Outra brasileira, que entra na história, como personagem principal, juntamente com Alex, é Ana. Filha de uma brasileira, chamada Suzana e um americano chamado Albert, ela vai morar na terra natal de seu pai após a morte de sua mãe, há 5 anos. Seu pai se casa de novo, com uma também americana. Até aí tudo bem, não é mesmo? Não, não está nada bem. O pai de Ana quer que ela faça faculdade de direito ou administração, para que possa ajudá-lo na loja de ferramentas da família, e Ana quer estudar canto lírico na Julliard School, conceituada escola de música de NY.
Os dois se conhecem quando Alex passeia pelo Central Park e se depara com um jogo de futebol, ou soccer como dizem por lá. Ela é a artilheira de um dos times e ele apenas um espectador. Ao final do jogo, os dois começam a conversar e percebem algo em comum: o gosto pela música.
Alex acaba conhecendo os amigos de Ana: Michelle e seu namorado Enrique. Os quatro acabam se tornando excelentes amigos.
Michelle é uma americana, que assim como Ana e Alex adora música e estuda em Julliard.
Enrique é um mexicano, que veio para Nova York para estudar, e acaba se tornando um dos melhores amigos de Alex e o empresta um violão para que o rapaz pratique.
Mas a parte misteriosa do livro nem chegou ainda. Não sei como, mais a Rosana Rios conseguiu criar um mistério apartir das músicas do Lennon. De início eu fiquei me perguntando se o livro seria apenas de romance, ou se haveria algo mais, e minha pergunta foi respondida pouco tempo depois com um "sonoro": Sim, o livro não fica só no romance, também tem mistério e aventura.
O mistério vem de um personagem nada comum: ele é um sem-teto que toca flauta pela cidade e as músicas escolhidas são: as do Lennon. Sim, elas mesmo. E eu adoro esse personagem, apesar de que o que ele faz no final não é lá muito legal, mas...
O livro além de narrar a hisstória de Alex e Ana, é uma espécie de guia turístico. Alex conta quais os melhores lugares para se visitar, osmelhores museus, os melhores parques, além de nos dizer quais comidas são as melhores e quais fazem você passar mal.
Pelo ótimo enredo, ótimos personagens e por se passar em NY, esse livro ganha nota:


Além desse livro, existe mais um dessa coleção e é:

Marcelo descobre a Alemanha
Regina Drummond,
Editora FTD

Sinopse:
Em Marcelo descobre a Alemanha, há dois núcleos principais na narrativa: o de um personagem adolescente – Marcelo – e o de uma jovem que viaja como empregada doméstica da família – Marli.
O ritmo é o de uma estadia de um ano, em que os Coronha Vasconcelos vão viver em Leipzig, com data marcada para retornar. E, embora os personagens não tenham sentido a solidão de quem faz intercâmbio sem a família, vivem com dificuldades as diferenças culturais.
O Muro de Berlim, a Segunda Guerra Mundial, a Baviera, a cidade de Leipzig, a vida e a obra de Goethe formam cenários panorâmicos da intensa história da Alemanha, cuja nação se formou tardiamente no século XIX, e são apresentados ao leitor pelos Coronha Vasconcelos.

  

4 comentários:

  1. Caraca, quantas estrelinhas hein? Gostei dessa história e já coloquei na minha listinha de compras!!! Dicas e resenhas sempre muito boas, Nathi!!!

    ResponderExcluir
  2. Adorei as capas! E pelo fato de ser cinco estrelas já posso colocar na minha lista de desejados do Skoob

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  3. legalzin eu já li o da Alemanha mas estou a procura desse

    ResponderExcluir