24 de jun de 2014

Lançamentos de julho - Editora Novo Conceito

Olá!

O mês de julho já está quase chegando, então está na hora de divulgar por aqui os lançamentos literários do próximo mês, certo? Começando pela Editora Novo Conceito. :)

Desafio - Trilogia Desafio #1
C. J.  Redwine

Sinopse: No interior das muralhas de Baalboden, à sombra do brutal Comandante da cidade, Rachel Adams guarda um segredo. Enquanto as outras garotas fazem vestidos e obedecem a seus Protetores, Rachel é capaz de sobreviver nas florestas e de manejar uma espada com destreza. Quando seu pai, Jared, é declarado morto em uma missão, o Comandante designa para Rachel um novo Protetor: Logan, o aprendiz de seu pai, o mesmo rapaz a quem Rachel declarou o seu amor há dois anos, e o mesmo que a rejeitou. Com nada além da forte convicção de que seu pai está vivo, Rachel decide fugir e encontrá-lo por conta própria. Mas uma traição contra o Comandante tem um preço alto, e o destino que a aguarda nas Terras Ermas pode destruí-la.
O Beijo - Bruxos e Bruxas #4
James Patterson e Jill Dembowski

Pode conter spoilers dos livros anteriores.

Sinopse: No quarto livro da série Bruxos e Bruxas, Whit e Wisty, agora membros do Conselho, estão tentando reconstruir a cidade depois de derrotar O Único Que É O Único, o vilão mais malvado do mundo. Quando tudo parece correr bem, surge uma nova ameaça, personificada na figura do cruel Rei da Montanha. Ele é um mago indestrutível, que deseja a todo custo dominar a cidade. Sem água e prestes a ficar sem alimentos, a população conta com os irmãos Allgood para sobreviver. A aventura e o suspense fazem o leitor prender a respiração a cada vez que um capítulo termina. Mas, com um título como esse, não poderia faltar romance no novo livro de James Patterson... Wisty está encantada pelo jovem Heath, que compreende tão bem os seus dilemas afinal, ele também é um bruxo. Talvez Wisty possa se unir a Heath na guerra contra o Rei da Montanha. Mas o que será que Whit acha disso? Se você ama romance, mistério e ação, O Beijo é o seu livro! Páginas muito intensas, desfechos surpreendentes... Mais uma prova de que James Patterson é o maior autor da sua geração.   
Minha vez de brilhar
Erin E. Moulton

Sinopse: Em uma noite, Indie faz um pedido para uma estrela. Ela quer muito reencontrar a sua lagosta de estimação, e também quer que sua irmã Bibi volte a gostar dela. Mas ter os seus desejos realizados pode exigir dedicação integral! Indie trabalha no teatro durante o dia, mostrando a Bibi e seus amigos o quanto ela pode ser útil. À noite, ela procura sua lagosta perdida, e para isso conta com a ajuda de seu novo grande amigo, Owen. Tudo vai bem até que Bibi e sua turma começam a pegar no pé de Owen, o maior exemplo de nerd e futuro loser. Será que Indie vai conseguir manter em segredo sua amizade com Owen? Será que, para ser uma pessoa melhor, Indie precisa mesmo ser diferente?
Em meus pensamentos - Os Sullivans #8
Bella Andre

Pode conter spoilers dos livros anteriores.

Sinopse: Em uma noite, Indie faz um pedido para uma estrela. Ela quer muito reencontrar a sua lagosta de estimação, e também quer que sua irmã Bibi volte a gostar dela. Mas ter os seus desejos realizados pode exigir dedicação integral! Indie trabalha no teatro durante o dia, mostrando a Bibi e seus amigos o quanto ela pode ser útil. À noite, ela procura sua lagosta perdida, e para isso conta com a ajuda de seu novo grande amigo, Owen. Tudo vai bem até que Bibi e sua turma começam a pegar no pé de Owen, o maior exemplo de nerd e futuro loser. Será que Indie vai conseguir manter em segredo sua amizade com Owen? Será que, para ser uma pessoa melhor, Indie precisa mesmo ser diferente?  
A máquina de contar histórias
Maurício Gomyde

Sinopse: Na noite em que o escritor best-seller Vinícius Becker lançou A Máquina de Contar Histórias, o novo romance e livro mais aguardado do ano, sua esposa Viviana faleceu sozinha num quarto de hospital. Odiado em casa por tantas ausências para cuidar da carreira literária, ele vê o chão se abrir sob seus pés. Sem o grande amor da sua vida, sem o carinho das filhas, sem amigos... O lugar pelo qual ele tanto lutou revela-se aquele em que nunca desejou estar. Vinícius teve o mundo nas mãos, e agora, sozinho, precisa se reinventar para reconquistar o amor das filhas e seu espaço no coração da família. Uma história emocionante, cheia de significados entrelaçados pela literatura, mostrando que o amor de um pai, por mais dura que seja a situação, nunca morre nem se perde.
Man repeller - Repelente de homem
Leandra Medine

Sinopse: Em seu primeiro livro, a badalada blogueira e queridinha do mundo fashion conta suas divertidas memórias. Com jeito insolente, uma franqueza desconcertante e fotos de seu arquivo pessoal, Leandra compartilha detalhes da noite em que perdeu a virgindade, quando esqueceu de tirar as meias soquetes brancas, e descreve o momento em que percebeu que a clutch Hermès vintage da sua avó, feita de pele de avestruz, poderia guardar muito mais do que a chave e o celular. Leandra é a prova de que não precisamos trair nosso estilo repelente nem mesmo ao procurar o vestido de noiva (que pode ser muito bem ser combinado com uma jaquetinha perfecto de organza). Exibindo as opiniões originalíssimas de uma blogueira que ganhou milhões de fãs, este livro reúne experiências divertidas e meio bizarras, uma história amor superdoce e, acima de tudo, um lembrete para celebrarmos um mundo que é feito pelas mulheres e para as mulheres.

23 de jun de 2014

Resenha - Nove noites e um sonho de outono

Nove noites e um sonho de outono

Lesley Livingston

Editora: Gutenberg
Ano de Publicação: 2014
Tradução: Angela Tesheiner e Cláudia Santana Martins 
ISBN: 9788582350225
N° de páginas: 316
Comprar: Americanas
Nota: ♥♥♥♥ (4/5)
Sinopse:
Kelley Winslow está vivendo seu sonho. Aos 17 anos de idade, ela se muda para Nova York e começa a trabalhar em uma companhia de teatro. Ela ainda é, claro, apenas uma assistente e eventual substituta; a companhia é de terceira categoria e está a quilômetros da Broadway. Mas um dia as coisas começam a mudar: a atriz que interpretaria a protagonista Titânia em Sonho de uma noite de verão, de Shakespeare, sofre um acidente, e Kelley tem uma chance de assumir o papel principal. E é nesse mesmo dia que ela passa a perceber que o mundo mágico é mais real do que pensava.
Ao ensaiar no Central Park para conseguir o papel, ela conhece um lindo jovem chamado Sonny Flannery e mergulha em uma aventura que nunca poderia ter imaginado. A atração entre os dois é imediata, mas o rapaz é, na verdade, um dos guardiões do portátil de Samhain, que dá passagem para o outro mundo. A casa solstício de inverno, o portal se abre, e a cada nove anos ele permanece aberto durante se últimas nove noites do outono. E é nesse breve tempo que Kelley, ao descobrir sua verdadeira descendência, se vê ameaçada por uma terrível trama, que coloca em perigo o mundo real, o mundo encantado e a promessa de viver um amor verdadeiro.
Sejamos bem verdadeiros por aqui: a primeira coisa que chama a atenção de qualquer um é essa capa linda de morrer. E antes mesmo de ocorrer qualquer raciocínio lógico, você já está desejando-o com todas as forças do seu ser.

Já que estamos contando a verdade, vamos continuar por essa linha de pensamento. Narrativas com seres mitológicos já ficaram tão velhas, que estão ficando novas de novo - sim, o mundo da voltas. E por essa razão, deveriam ser mais valorizadas, não? Ainda mais quando se mistura Shakespeare no meio. E, olha que pode parecer que não, mas dá certo!

Caso o título não dê a entender o suficiente, Nove noites e um sonho de outono tem como base a clássica peça teatral Sonho de uma noite de verão. E como base, e não me refiro apenas à Kelley sendo uma das personagem na peça dentro do livro, mas sim à mitologia utilizada na narrativa sendo a mesma do livro de Shakespeare. 

Por uma sorte mais do que imprevista, nossa protagonista Kelley, recebe um dos papéis mais importantes - Titânia, a Rainha da corte de Verão - da peça na qual trabalha. Ela se mudou para Nova York para realizar esse sonho, certo? Sim, mas ela tem um "pequeno" - leia-se enorme - problema de nervosismo e, logo no seu primeiro dia, começa a misturar as falas, incluindo até falas de outras peças. Ela resolve então ir ao Central Park para ensaiar, e lá ela acaba conhecendo Sonny, que é um tanto quando misterioso.

Nesse momento a narrativa começa a se desenrolar, deixando de ser apenas um drama de adolescente comum, para incluir a parte fantástica no meio, já que Kelley descobre que nem tudo que está nos livros, fica apenas nos livros.

Preciso dizer que, por incluir Shakespeare no meio da narrativa, a autora me fisgou em pouco tempo. São muitas as histórias baseadas em Romeu e Julieta - que é, inclusive a base do segundo livro da série \ô/ -, mas são raros os livros que variam um pouco. E, posso dizer que a escolha não poderia ter sido melhor.

Sarcasmo e ceticismo permeiam a narrativa de Nove noites e um sonho de outono, principalmente vindos de Kelley e Sonny - que é uma gracinha, diga-se de passagem -, mas não se preocupe, porque nem só de comédia vive a narrativa. Um pouquinho de suspense aqui, uma pitada de romance de lá e várias reviravoltas, fazem com que esse livro seja quase perfeito. Quase porque, vou te contar, o cliffhanger do final, dá aquela vontade básica de se jogar de um penhasco - olha, acho que eu deveria parar com essa piada, mas ela nunca fica velha para mim, ok? hahaha