28 de jul de 2013

Resultado - Promoção A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra

Hey!

A promoção de A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra terminou e já fiz o sorteio. Vamos conferir quem foi o(a) sortudo(a)?


Parabéns Karen! O email já foi enviado, você tem 3 dias para responder, caso contrário outro sorteio será realizado. :)

E quem não ganhou não precisa ficar triste porque amanhã tem promoção nova em parceria com o Grupo Editorial Autêntica. ♥


26 de jul de 2013

Playlist da semana


E finalmente as playlists semanais estão de volta! Dessa vez escolhi as músicas com muito carinho, e não consegui parar de escutá-las essa semana. ♥

All The Pennies - Mindy Glendhill: Depois de assistir um vídeo, resolvi assistir outro que estava nas sugestões e a música que tocava me conquistou. Olhando a caixa de informações descobri que era essa. Não deu outra, há duas semanas não paro de escutar. Fico horas escutando e não me canso. A letra é fácil e a melodia é do tipo chiclete. <3

Panic Cord - Gabrielle Aplin: Dessa semana talvez seja a mais calminha, mas nem por isso deixe de ser fofa. Esse clipe é amor, a voz da Gabrielle é linda e o nome do CD é English Rain. Não poderia ser mais gracinha. ♥

Fool Like Me - Cobra Starship: Na eminência de sofrer uma morte bem dolorosa nas mãos da Joana - Poderosas e Girlies - resolvi baixar todas as músicas de Cobra Starship e sem sombra de dúvida, Fool Like Me foi minha favorita. A letra é super engraçadinha e gruda na cabeça, além do clipe bem bonitinho. 

Home - OK Sweetheart: Já começa pelo nome da cantora que é uma gracinha, passando pelo clipe fofo e cheio de coisas gostosas e engordativas só de se ver e terminando na letra fofa e mais lentinha, não tem como não ficar perdidamente apaixonada pelo som da OK Sweetheart.

All About Us - He is We ft. Owl City: Saindo da trilha sonora de City of Bones e vindo parar direto na minha lista de reprodução. All About Us é linda, simples e completamente linda e o clipe é bastante chorável. Vale à pena dar play e tentar - só tentar - segurar as lágrimas. </3

On Top of The World - Imagine Dragons: Imagine Dragons estava na última playlist e está nessa de novo só porque é perfeita. Exatamente no estilo de música que gosto, On Top of The World é animada e me deixa feliz só de escutar. Sem mais! \o/ *dança*


25 de jul de 2013

Lançamentos de julho - Grupo Autêntica

Hey!

Como esse mês, em alguns faltaram postagens, essa semana vou colocar no ar dois posts de lançamento. Espero que não se importem. :)

Sombra e Ossos - Grisha #1
Leigh Bardugo

Sinopse: Alina Starkov nunca esperou muito da vida. Órfã de guerra, ela tem uma única certeza: o apoio de seu melhor amigo, Maly, e sua inconveniente paixão por ele. Cartógrafa de seu regimento militar, em uma das expedições que precisa fazer à Dobra das Sombras – uma faixa anômala de escuridão repleta dos temíveis predadores volcras –, Alina vê Maly ser atacado pelos monstros e ficar brutalmente ferido. Seu instinto a leva a protegê-lo, quando inesperadamente ela vê revelado um poder latente que nunca suspeitou ter.
A partir disso, é arrancada de seu mundo conhecido e levada da corte real para ser treinada como um dos Grishas, a elite mágica liderada pelo misterioso Darkling. Com o extraordinário poder de Alina em seu arsenal, ele acredita que poderá finalmente destruir a Dobra das Sombras.
Agora, ela terá de dominar e aprimorar seu dom especial e de algum modo adaptar-se à sua nova vida sem Maly. Mas nesse extravagante mundo nada é o que parece. As sombrias ameaças ao reino crescem cada vez mais, assim como a atração de Alina pelo Darkling, e ela acabará descobrindo um segredo que poderá dividir seu coração – e seu mundo – em dois. E isso pode determinar sua ruína ou seu triunfo.
Você tem sete mensagens
Stewart Lewis

Sinopse: Luna é uma adolescente que perdeu a mãe em um acidente há cerca de um ano, atropelada por um táxi nas ruas de Nova York. Ela, o pai e o irmão ainda estão vivendo a dor e tentando superar o luto. Quando Luna vai ao estúdio em que sua mãe trabalhava para recolher seus pertences, surpreende-se ao encontrar o celular dela com sete mensagens de voz não ouvidas.
A jovem começa a ouvir as mensagens uma a uma. Depois de escutar a primeira, fica intrigada e decide investigar. Com a ajuda de seu vizinho Oliver – por quem sempre nutriu uma paixão secreta –, vai ouvindo as outras mensagens e descobre segredos chocantes e fatos inesperados, reconstruindo, assim, um quebra-cabeça que revelará algo que ela nunca sonhou existir.
Seu coração, porém, experimenta um turbilhão de sentimentos. Pode a dor de uma perda tão importante conviver com o nascimento do primeiro amor? As descobertas sobre seu passado, que mudam o que ela sabia em relação a si mesma, devem ser um obstáculo para a intensa paixão que ela ousa sentir?
A cura da infelicidade
Katherine Sharpe

Sinopse: Questões como essas, que afligem uma significativa parte da população mundial, surgiram nos últimos 25 anos, quando foi lançada uma nova geração de antidepressivos, o que mudou profundamente a maneira como as pessoas lidam com suas infelicidades. A essas dúvidas junta-se uma questão ainda mais delicada para quem tem menos de 25 anos e cresceu tomando o medicamento: qual é minha verdadeira identidade? Quem sou eu sem os remédios? Esses foram os questionamentos de Katherine Sharpe, a autora deste livro. Aos 18 anos, uma série de ataques de ansiedade a levaram a receber um diagnóstico de depressão e a uma prescrição para tomar antidepressivos, o que ela fez pelos dez anos seguintes. O remédio ajudou, mas ela ficava incomodada por precisar usar a droga e por pensar em si como alguém com transtorno mental. Porém, percebeu que não estava sozinha. Muito mais gente do que imaginava vivia a mesma situação. Por essa razão, decidiu escrever este livro. A partir de sua experiência pessoal, e com uma intensa e profunda pesquisa médica e histórica, além de dezenas de entrevistas com médicos e pessoas portadoras da doença, a autora faz nessas páginas um retrato inédito dos antidepressivos. Explora questões de identidade, aborda benefícios e malefícios, experiências e vivências, e mostra como esses remédios moldam a vida de milhões de pessoas no mundo. É uma leitura reconfortante tanto para quem tem a doença, quanto para os que convivem com pessoas que, todos os dias, precisam enfrentar a vida com (remédios para) depressão.
A comunidade que vem
Giorgio Agamben

Sinopse: Em A comunidade que vem, Giorgio Agamben lê, com releitura, uma constelação de conceitos e empreende, assim, um mapeamento deles, inserindo-os no tríplice registro do levantamento, da pesquisa e do exame. Agamben define seu livro de 1990 como uma reflexão sobre as relações entre essência e existência, entre quid est e quod est, gerada tanto pela nona seção de Ser e Tempo, dedicada à negatividade, quanto pela proposição 6.44 do Tractatus Logico-Philosophicus de Wittgenstein, que diz: “o que é místico não é como o mundo é, mas que ele seja”. O livro, portanto, pode ser lido como uma reflexão sobre o Irreparável, ou em outras palavras, sobre a incontornável condição profana do mundo.
Não é fortuito que, para tanto, Agamben adote a fórmula do inventário. A comunidade que vem poderia ser vista como a releitura, feita pelo próprio Agamben, de seu método arqueológico. Mas, aviso aos navegantes: a comunità de Agamben não significa a comunidade nem mesmo o comunismo, o comunitarismo. Che viene também não quer dizer futura. Quer dizer inoperante e decreativa. Impolítica. Algo que está sempre chegando, no meio de uma coletividade e é, justamente, porque nunca acaba de chegar por inteiro, que ela resiste ao coletivo e até mesmo ao indivíduo.
Guia de Roma - Segredos de um viajante
Ruy Araújo

Sinopse: Roma é considerada um museu a céu aberto: uma cidade com mais de 2.700 anos de história, que abriga a maior concentração urbana de tesouros artísticos do mundo. Não faltam motivos para que seus visitantes retornem à Roma e sobram outros milhares para quem ainda não a visitou.
Este guia é fundamental tanto para quem pretende conhecê-la como para quem já a conhece mas não foi além de seus pontos turísticos mais visitados. Ruy Araújo apresenta aqui valiosas informações sobre Roma, cidade que visita regularmente desde 1973 e, por isso, conhece desde suas preciosidades arquitetônicas e artísticas mais populares aos inesgotáveis tesouros ocultos que se pode encontrar a cada esquina da capital italiana. O autor ainda oferece uma variedade de informações úteis ao turista, como onde se hospedar, o que visitar, onde comer, onde comprar, quanto gastar, além de importantes dicas e curiosidades sobre a exuberante cidade eterna.
Editores artesanais brasileiros
Gisela Creni

Sinopse: Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edições, em pequenas tiragens, trazem à tona um novo olhar brasileiro sobre o livro.
Resultado de uma pesquisa original que apresenta um relato minucioso sobre a produção das editoras artesanais, a autora nos oferece ainda os perfis de seus criadores, que atuaram não apenas no eixo Rio-São Paulo, mas também em outros estados brasileiros. Somos, inicialmente, apresentados a João Cabral de Melo Neto e sua editora O Livro Inconsútil; em seguida, a Manuel Segalá e Philobiblion; a Geir Campos e a Thiago de Mello e sua Hipocampo; a Pedro Moacir Maia e Dinamene; a Gastão de Holanda e O Gráfico Amador, Mini Graf e Fontana; e, finalmente, a Cleber Teixeira e sua editora Noa Noa.
Todos esses editores singulares buscavam o processo da produção artesanal individualizada. Suas edições não nascem da pura fantasia, mas de uma combinação de espírito criador e capacidade de idealizar, coordenar e realizar seus projetos. Seu trabalho representa a reunião, numa só pessoa, de tarefas, no geral, claramente separadas: o responsável pela edição artesanal pode ser, ao mesmo tempo, autor, ilustrador, editor, tipógrafo e distribuidor.
No projeto gráfico cuidadoso, mas não luxuoso, tudo é pensado: a composição do texto no papel criando uma distribuição especial, a tipologia escolhida, a diagramação a ser adotada, a página de rosto, o colofão, o formato final do livro. O conjunto desses fatores, aliados às ilustrações, abre uma nova fronteira estética para o leitor. Como aconteceu com José Mindlin, que reuniu em sua biblioteca praticamente toda a produção dessas editoras artesanais, não apenas por seu interesse nos livros em si, mas também pelo convívio e amizade com todos esses editores.
A opção pela publicação do gênero da poesia e de autores brasileiros muitas vezes desconhecidos, juntamente com traduções de autores estrangeiros, constitui apenas um dentre os vários componentes que tornaram a riqueza dessa produção editorial possível.
Com uma linguagem de fácil entendimento que não intimida o leitor, esta obra de Gisela trata o tema de maneira clara, e, ao refletir e comunicar essa aventura editorial, nos presenteia com a revelação das facetas do livro artesanal e das possibilidades contidas em suas páginas.
Guaynê - Derrota da cobra grande
Tiaho Hakiy

Sinopse: A Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) – seção brasileira do International Board on Books for Young People (IBBY), cuja missão é divulgar livros de qualidade para crianças e jovens –, reconhecendo o trabalho inédito da escrita literária criada por indígenas para esse público, e como ação de fortalecimento da nova década dos povos indígenas (2005-2015), proclamada pela UNESCO, criou, em 2004, em parceria com o Instituto Indígena Brasileiro para Propriedade Intelectual (INBRAPI), por meio do Núcleo de Escritores e Artistas Indígenas (NEArIn), o Concurso Tamoios de Textos de Escritores Indígenas. A obra Guaynê derrota a Cobra Grande – Uma história indígena, de Tiago Hakiy, amazonense de Barreirinha, filho da etnia sateré-mawé, é a vencedora do 9º Concurso Tamoios de Textos de Escritores Indígenas. A Autêntica Editora, unindo-se a essa ação inovadora, publica o texto vencedor, possibilitando que este, transformado em livro, seja lido por mais pessoas.
Caos
Moebius

Sinopse: Neste volume que conclui a fantástica Coleção Moebius da Editora Nemo, encontramos ilustrações, HQs curtas e desenhos produzidos pelo artista na fase clássica de seu trabalho e também para seus cadernos pessoais. Um dos fundadores da revolucionária revista Métal Hurlant, Moebius transformou a estética da ficção científica, influenciando criadores em todo o mundo. Este álbum é propriamente uma bela e caótica reunião de diversos trabalhos desse grande gênio dos quadrinhos e da ilustração.

Os companheiros do crepúsculo
Bourgeon

Sinopse: Considerado um dos melhores álbuns de quadrinhos já produzidos, Os Companheiros do Crepúsculo se passa na Idade Média durante a Guerra dos Cem Anos. A história é centrada nos personagens do Cavaleiro, Mariotte e Anicet, em sua busca por redenção ou pela simples sobrevivência. Misturando fantasia e lutas sangrentas, cenas cotidianas e um tom de erotismo, um dos destaques desta obra-prima das HQs é o belo e detalhado traço do autor, que transporta os leitores para os cenários e o clima da época. Imperdível para quem gosta de grandes histórias e para os amantes da arte dos quadrinhos!

24 de jul de 2013

Séries: 5 motivos para amar Game of Thrones


Sabe aquela velha e boa - nem tanto assim - rivalidade entre fandoms? Pois é, era basicamente o preconceito que me impedia de assistir Game of Thrones. Qual fã de Lord of The Ring não tem pelo menos um pé atrás com GoT? Eu tinha! Mas decidi assistir, mais como um desafio para mim mesma do que qualquer outra coisa. E adivinha... Eu adorei! Vem comigo descobrir as 5 coisas que mais amei...

Game of Thrones: Calma, eu vou explicar! Esse é o motivo da série receber esse nome. De todas as famílias de Westeros, basicamente 4 querem chegar ao Trono de Ferro: os Stark, os Lannister, os Baratheon e os Targaryen. Esse é o plot principal e daí surgem todos os plots secundários. Ou seja, a guerra para se tornar rei de Westeros rege a série. <3

Targaryen + Dothraki = ♥: Aconteceu na primeira temporada, mas desde então não consigo deixar de amar o casamento entre Kahl Drogo e Daenerys Targaryen. Simplesmente a melhor união de toda a série, e a uma das mais tristes, mas nem por isso deixa de ser a minha favorita #ever. <33333

Daenerys + Dragons: Antes de começar a assistir Game of Thrones eu não entendia porque todo mundo que assiste a série praticamente idolatra - tá, exagerei um pouquinho, ou não - a Daenerys, mas depois de terminar percebi o motivo. Na primeira ela é toda princesinha indefesa que saiu do castelo e foi morar no deserto, mas a partir da segunda sua personalidade muda e ela se torna badass. E com dragões. <3

Families: Com tantos pontos para explorar - não sei se isso acontece nos livros também, porque infelizmente não os li ainda - a série foca também nas famílias. Na lealdade dentro das mesmas, nas alianças, nos desentendimentos e principalmente na guerra eminente entre várias delas.

The Wall and the people beyond: Eles não são bem da mesma família, mas por motivos variados, seja porque são obrigados, porque são ladrões ou por opção, homens juram proteger os reinos, abdicando do casamento e prometendo nunca sair da Muralha - ou Wall. Do que eles protegem os reinos exatamente? Do povo além da muralha e dos caminhantes brancos - white walkers. Apesar de serem muito diferentes, os homens que ali vivem aprendem a tratar cada um como irmão e é muito bonita a forma como protegem uns aos outros.

Bônus: Se prepare psicologicamente para as mortes: Como eu não queria dar spoiler de alguém que morria colocando sua foto aqui, resolvi colocar essa. Mas de uma coisa é certa: vão haver mortes, muitas mortes e o tempo todo. Morre pelo menos um personagem em que você se afeiçoa a cada temporada, mas pode ser que a facada - ou espadada, ou flechada - seja dupla ou tripla e você pode acabar a temporada com o coração em pedacinhos. Acredite, isso já aconteceu comigo, principalmente na primeira temporada.  :´(

23 de jul de 2013

Lançamentos de julho - Editora Novo Conceito

Hey!

Cá estou de novo para contar para vocês os lançamentos desse mês da Editora Novo Conceito. Aguardem, em breve, resenha e sorteio de todos eles. ♥

Beijada por um anjo #6 - Eternamente
Elizabeth Chandler

Spoiler Alert!

Sinopse: Os apaixonados, Tristan, o anjo, e Ivy, a mortal, finalmente conseguem se tocar. Isto só pode acontecer porque Tristan ocupou um corpo, o corpo de Luke. Mas Luke era procurado pela polícia — que não sabe que ele está morto e continua a persegui-lo. Portanto, Tristan torna-se, sem querer, um alvo da polícia. Da polícia e do verdadeiro criminoso, a quem não interessa ver Luke vivo. É preciso dar fim a esta perseguição. O casal precisa esclarecer rapidamente toda a confusão em que Luke se meteu. Mas, ao conviver com pessoas perigosas e chantagistas — e insistir em fazer o que for para ficar perto de Ivy —, o anjo aproxima-se das coisas ruins que podem levá-lo a fraquejar e perecer, especialmente agora, que ele é um anjo caído. Por causa de Ivy, Tristan vem se aproximando cada vez mais das forças mundanas e das trevas — e de Gregory também. Por outro lado, Gregory vem aumentando seu poder, especialmente depois que possuiu o corpo de Beth. E esse desequilíbrio de forças pode acabar em uma triunfante vitória do mal. A não ser que Ivy tome a frente dessa batalha...
A Menina que Semeava
Lou Aronica

Sinopse: Chris Astor é um homem de seus quarenta e poucos anos que está passando pelo mais difícil trecho de sua vida. Ele tem uma filha, Becky, de 14 anos, que já passou imensas dificuldades até chegar a se tornar uma moça vibrante e alegre, mas que parece que terá que enfrentar mais um grande problema em sua vida. Quando Becky era pequena e teve câncer, Chris e ela inventaram um conto de fadas, uma fantasia infantil que adquiriu vida e tornou-se um terrível, provavelmente fatal, problema. Agora, Chris, Becky e Miea (a jovem rainha da fantasia criada por pai e filha) terão que desvendar um segredo: o segredo de por que seus mundos de fantasia e realidade se juntaram neste momento. O segredo para o propósito disso tudo. O segredo para o futuro. É um segredo que, se descoberto, irá redefinir a mente de todos eles.A menina que semeava é um romance de esforço e esperança, invenção e redescoberta. Ele pode muito bem levá-lo a algum lugar que você nunca imaginou que existisse. Uma fantasia que trabalha assuntos densos como a separação dos pais, oncologia infantil, separação de filha e pai, adolescência. A menina que semeava não é um livro sobre adolescentes comuns. É sobre uma que se deparou prematuramente com a ameaça do fim e teve de tentar aprender a lidar com ele.
A Garota do Penhasco
Lucinda Riley

Sinopse: A Garota do Penhasco é um romance que enreda o leitor através de vários fios: a história de Grania Ryan e sua querida Aurora Devonshire, a garota do penhasco, nos fala sobre mudança de vida. A história das famílias Ryan e Lisle é um lindo conto sobre um século de mal-entendidos e rancor entre inimigos que se acreditam enganados por falcatruas financeiras. O caso de amor entre Grania Ryan e Lawrence Lisle comove por sua delicadeza e força vertiginosa que culmina em imensa tristeza. Mas, sobretudo, A Garota do Penhasco é um livro que mostra como é possível encontrar uma finalidade, um propósito, quando todas as esperanças parecem perdidas. “De ritmo tenso e original, este é um romance envolvente sobre recuperação, resgate, novas oportunidades e amor perdido.” -- Booklist.
Aconteceu em Paris
Molly Hopkins

Sinopse: Evie Dexter quer fazer carreira como guia de turismo. Determinada como é, e cheia de coragem por causa de um ou outro drink, ela logo começa a “melhorar” seu currículo. E consegue um ótimo emprego: acompanhar turistas por toda Paris.Agora é só uma questão de se firmar como profissional demonstrando o seu melhor. Mas os vinhos franceses são tão gostosos... E seu tutor, Rob, é bonito demais!
O primeiro romance de Molly Hopkins é um livro que todo mundo gostaria de ler. É verdade que você pode se incomodar com o comportamento de Evie quando ela descobre que Rob é muito rico, e pode até ser que você ache que Rob é exageradamente controlador. Mas nada é maior que as gargalhadas que você dará quanto mais conhecer a garota descomedida, apaixonada e com um imenso coração que é Evie. Uma moça como muitas que conhecemos.
De Volta para Casa
Karen White

Sinopse: Cassie Madison fugiu de Walton, Geórgia, para Nova York quando soube que sua irmã, Harriet, e seu amor, Joe, tinham-na traído e iam se casar. Ao chegar em Manhattan, sua ideia era se reinventar, mergulhar de cabeça na carreira e até mesmo perder o sotaque provinciano. Tudo para apagar seu passado marcado pela traição e por uma família que não lhe tratara com o devido cuidado. Mas, numa noite, um único telefonema de sua irmã trouxe de volta tudo que ela pretendia esquecer. Com o pai muito doente, ela foi obrigada a fazer a viagem de volta e, enquanto arrumava as malas, seus maiores medos eram que o pai morresse sem que ela pudesse estar com ele e... encontrar a família feliz que Harriet e Joe tinham construído. Já em Walton, Cassie percebe que enfrentará uma imensa batalha particular, porque, afinal, ela não consegue deixar de amar seus sobrinhos — e nem deixar de se sentir em casa, naquela cidadezinha de sua infância. Enquanto se divide entre o rancor e a esperança, velhas e queridas lembranças e uma mágoa insustentável, o destino arrumaria uma forma de aproximá-la do que realmente importa: o verdadeiro amor.
 Trilogia Taker #2 - Refém da Obsessão
Alma Katsu

Spoiler Alert!

Sinopse: Havia uma parte em Lanny que queria ser punida. Um pedaço de seu coração que acreditava que ela merecia o horror de ser imortal, a tristeza de ver todos aqueles que amara partirem, enquanto ela só podia conviver com as perdas e as lembranças. Terríveis e solitárias lembranças. Este “dom”, oferecido pelo mais malvado dos homens, Adair, era, para ela, a resposta a uma pena que ela deveria cumprir. Mas, apesar das culpas e do castigo que pensava merecer, ela ainda sonhava. E esperava ser redimida por ter dado a Jonathan — seu grande amor — o esquecimento que purifica todo ser de sua dor: a morte. No entanto, bem no fundo de sua alma, ela suspeitava que, fosse o que fosse que a atraísse para Adair (e para sua maldade), fosse qual fosse o infeliz sentimento que os aproximara, este sentimento não fora totalmente exorcizado. Não importava que ela tivesse chegado ao cúmulo de emparedar aquele homem mau e deixá-lo para apodrecer, não importava que o tempo tivesse passado, nem que, hoje, ela pudesse contar com o apoio e os braços fortes e acolhedores de Luke... Adair estava por perto, ela podia senti-lo, e seu poder era inexorável. “Este é o segundo livro da trilogia de Alma Katsu, que começou com o bem recebido Ladrão de Almas. Esta sequência mantém-se fiel ao primeiro título da autora...” --Publishers Weekly.
22 de jul de 2013

Resenha - A Maldição do Tigre

A Maldição do Tigre

Colleen Houck

Editora: Arqueiro
Ano de Publicação: 2011
Tradutor: Raquel Zampil
ISBN: 9788580410266
N° de páginas: 342
Comprar: Fnac/Livraria da Folha
Nota: ♥♥♥♥♥ (5/5 - favorito)

Sinopse: 
Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. 
Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. 
O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. 
Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem.
Se eu disser que A Maldição do Tigre é um livro extremamente frustrante não me entenda mal. A história é mágica. Os personagens perfeitos. A ambientação não poderia ser melhor. A tradução está ótima. A escrita da Colleen é envolvente. Mas todos esses elementos combinados não deixam de tornar o livro muito estressante a ponto de você dar socos no ar, começar a se morder e arrancas os cabelos. Mas afinal de contas, não é exatamente esse o propósito de ler? Sentir na pele os sentimentos dos personagens? Pois é! Então, se você pretende ler A Maldição do Tigre em breve prepare o coração.

Quando o livro foi lançado o alvoroço foi geral: todos queriam conhecer a história por trás dessa capa magnífica. Pipocavam em todos os cantos da blogosfera resenhas e mais resenhas - em sua maioria positivas - e foi aí que minha vontade de ler aumentou. Depois de um tempo esperando, eis que surge, finalmente, a possibilidade de ler e resenhar A Maldição do Tigre. E posso dizer, sem sombra de dúvida, que valeu a pena esperar. Todo o surto psicótico em torno do livro é fundamentado e a história superou as minhas expectativas em 200%.

Tudo começa com Kelsey a procura de um emprego, mas como é jovem e sem experiência, o máximo que consegue é um emprego temporário em um circo. Sua função é basicamente vender ingressos, ajudar na limpeza do picadeiro após o espetáculo e a cuidar do tigre branco do circo. Após algum tempo no trabalho, Kelsey começa a se afeiçoar ao tigre, chamado Ren. Todas as noites, vai até sua jaula para ler e conversar com ele. Mas qual é sua surpresa quando um dia encontra um senhor junto a jaula que se diz interessado em comprar Ren para levá-lo a uma reserva na Índia. E melhor ainda, Kelsey irá acompanhá-lo e ajudar em sua adaptação.

Depois de chegarem a Índia, ambos vão de carro até a reserva. Porém, quando o motorista para em um posto de gasolina em uma pequena cidade, ele abandona Kelsey e Ren no meio do nada. E o pior? Ren está fora da jaula e decide se embrenhar no meio da mata. Algum tempo depois de começarem a caminhar - depois, é claro, de Kelsey tomar a sensata decisão de seguir um tigre no meio do nada - eles chegam a uma cabana. E quando a garota resolve amarrar o tigre em uma árvore para procurar ajuda ali, eis que o lindo animal branco se transforma em um homem mais lindo ainda. ♥

Dessa forma, Kelsey descobre que na verdade, seu tigre é um príncipe indiano há muito aprisionado na forma de tigre - mais especificamente há 300 anos -, que só pode se tornar humano por 24 minutos a cada 24 horas. É aí que a aventura dos dois em busca de alguma forma de quebrar a maldição começa e também que o livro fica melhor ainda. 

Em pouco mais de 340 páginas, Colleen consegue nos apresentar uma realidade muito diferente para a maioria dos leitores, contando a história de alguns deuses e sutilmente nos revelando a personalidade de todos os personagens, principalmente a de Ren. Como ele é humano apenas 24 minutos por dia, foi preciso um trabalho especial para que pudéssemos nos adaptar a sua presença, hora como homem, mas na maior parte do tempo como um tigre que mais parece um gatinho. :3

"- Você já... comeu um macaco?
Ren sorriu para mim.
- Bem um tigre precisa comer. [...]
Ele riu.
- Eu não comi nenhum macaco, Kells. Só estou brincando com você. Os macacos são repulsivos. Tem gosto de bola de tênis e cheiro de chulé. - Ele fez uma pausa. - Agora, um belo e suculento cervo, isso, sim, é delicioso."
Página 159.
A protagonista por sua vez, começa sendo mais do que ideal para Ren e se encaixa perfeitamente na história. Curiosa e atenta a tudo a sua volta, está sempre fazendo perguntas e se mostrando interessada pela cultura indiana. O problema é que, em se tratando de romance, a protagonista troca os pés pelas mãos, enfia o pé na jaca - ou na manga, 2bjs trocadilhos - e se embaralha toda, trazendo frustração e irritação ao leitor. 

Mais do que recomendado! A narrativa flui e você nem sente o tempo e as páginas passarem. Com um final triste e bastante frustrante - me repetindo, mas me senti exatamente desse jeito após terminar a leitura - A Maldição do Tigre entra para a lista de favoritos com honra ao mérito. 


17 de jul de 2013

7 coisas para se fazer nas férias


Existe época melhor do que as férias? Não! Esquecer de todas as provas, tarefas e matérias da escola e fazer o que der na telha, em qualquer horário - ou quase - sem nos preocuparmos com a aula do dia seguinte. \ô/ E como eu adoro fazer listas, resolvi dar 7 dicas de coisa para se fazer nas férias. <3


Descobrir novas músicas: Peguei essa mania quando comecei a fazer playlists para o blog e desde então não consigo mais parar de procurar novos cantores/bandas. E que período melhor para se aventurar no Youtube a procura de novas músicas favoritas? E aqui vai um começo: Gabrielle Aplin, Birdy, A Rocket to The Moon, The Script e A Friend in London.


Fazer uma maratona de séries/filmes: Adivinhem que está fazendo o mesmo? Pois é, fazendo maratonas eu já consegui assistir Game of Thrones - vem post por aí - e estou assistindo Gossip Girl - estou fazendo lista de coisas que eu adorei, mais um post chegando. Sabe aquele seu ator favorito? Então, selecione os filmes que mais gosta/mais tem vontade de assistir dele, prepare a pipoca e assista todos em uma tarde. Não existe coisa melhor do que isso. <3 E aquela série que você tem vontade de assistir há tempos mas a escola nunca deixava? Aproveite o tempo livre, deixe a preguiça de lado e divirta-se!


Dormir: E por que não dormir? Depois de horas de sono perdidas durante as aulas - seja para estudar ou fazer alguma tarefa - elas precisam ser recuperadas de alguma forma. Amonte vários cobertores, pegue seu travesseiro, desligue o despertador - a melhor parte, com certeza - e prepare-se para uma maratona... De sonhos.


Aprender novas receitas: Sabe aquele dia em que você não tem mais nada para fazer e vai para a cozinha preparar alguma coisa para comer e acaba pegando sempre a mesma coisa? Então, seus problemas acabaram! Procure na internet algumas receitas que sejam simples e aparentemente gostosas e se arrisque. E para os mais experientes - ou corajosos - procure uma desafiante. Mas cuidado para não explodir a cozinha!


Dar uma festa do pijama: Não sei vocês, mas são bem raros os momentos em que eu vejo minhas amigas nas férias. E para reencontrar todas de uma vez, de uma forma bem divertida, nada melhor do que uma festa do pijama. Prepare/compre coisas gostosas como balas, pizza, salgadinhos, brigadeiro, selecione a playlist, um filme divertido e aproveite. Vocês também podem fazer as unhas e se jogar no karaokê. 


Mudar a decoração do seu quarto: Chega uma hora em que cansamos de olhar para a mesma decoração todo dia e queremos dar aquela repaginada em tudo. Se não puder trocar os móveis ou mexer na posição dos que já tem, invista em luzes, adesivos para parede/móveis, cortinas e bugigangas sem utilidade, mas que ficam lindas como item de decoração. 


Ler: Mesmo de férias a fila de leitura não para de crescer, certo? E esse tempo ocioso é perfeito para colocar as leituras em dia. Quem sabe pegar algum livro que já quer ler há tempos emprestado com um amigo? Ou até mesmo reler um livro que amou. Essa é a hora! <3

16 de jul de 2013

Promoção - Bruxos e Bruxas


Oi!

Para compensar o meu sumido, resolvi colocar mais uma promoção no ar, já que a de A Livraria 24 do Mr. Penumbra - participe aqui - já está quase acabando. Resenhei há pouco tempo, na verdade ontem, e o livro é bem legal. Quem sabe você não será o próximo a ler?


Observações:
  • É preciso ter um endereço de entrega no Brasil;
  • O prêmio será enviado em um prazo de até 30 dias;
  • Não nos responsabilizaremos por extravios dos correios/envio de endereço errado pelo ganhador;
  • O ganhador tem um prazo de 3 dias após a divulgação do resultado para entrar em contato com o blog, enviado seu endereço;
  • Todas as informações que o participante fornecer serão conferidas, e se o mesmo não seguir todas as regras será desclassificado, havendo assim, um novo sorteio.

Lançamentos de Julho - Editora Rocco

Oi!

Não, eu não morri. Finalmente estou de volta - de novo. Dessa vez espero que não suma mais. Aproveitando as férias, vou deixar alguns posts agendados para não deixar mais os meus leitores na mão.

E esses são os lançamentos da Editora Rocco para julho:

Os segredos mais secretos das Pretty Little Liars
Sara Shepard

Sinopse: Um presente especial para os fãs da série de sucesso Pretty Little Liars. Os segredos mais secretos das Pretty Little Liars é um capítulo extra - e muito excitante - na conturbada história das jovens Hanna, Aria, Spencer e Emily. Passado entre os volumes Inacreditáveis e Perversas, o livro traz as aventuras vividas e as mentiras não reveladas durante as férias de inverno do primeiro ano do ensino médio do quarteto. E quem conta a história é ninguém menos que uma nova "A", que andou observando as meninas dia e noite.



Escola do Medo #2 - A classe não está dispensada
Gitty Daneshvari

Sinopse: Na divertida sequência de Escola do Medo, a excêntrica sra. Wellington convoca Madeleine, Theodore, Lulu e Garrison para um treinamento obrigatório, depois de descobrir que os quatro haviam escapado da exclusiva e misteriosa escola que promete ajudar as crianças a vencerem seus medos. Mas se enfrentar suas fobias com a ajuda dos métodos nada ortodoxos da instituição já havia sido assustador, agora, com a chegada de um novo colega, as coisas ficarão ainda mais apavorantes para o quarteto. Em A classe não está dispensada, Gitty Daneshvari prova que sabe como ninguém misturar terror e boas gargalhadas.


Trilogia Trylle #2 - Dividida
Amanda Hocking

Sinopse: Segundo volume da trilogia Trylle, do fenômeno da autopublicação Amanda Hocking, Dividida traz de volta a jovem "changeling" Wendy Everly, uma criança troll trocada secretamente logo após o nascimento por uma humana normal. Se em Trocada, primeiro livro da série, ela descobre sua verdadeira origem e é levada para o mundo mágico de Trylle, agora Wendy se depara com uma rival e se pergunta qual é realmente o seu lugar. Dividida entre dois mundos, a protagonista da série de maior sucesso de Amanda Hocking tem que decidir entre o amor e a obrigação, abordando questões caras aos jovens numa emocionante trama de fantasia.

O livro das minhas vidas
Aleksandar Hemon

Sinopse: Convidado da FLIP 2013, o bósnio Aleksandar Hemon lança no Brasil o autobiográfico O livro das minhas vidas. Introdução perfeita a um dos grandes escritores contemporâneos, que vem sendo comparado a Joseph Conrad e Vladmir Nabokov, e um complemento à sua premiada obra de ficção, que tem o exílio como tema central, o livro é uma verdadeira canção de amor para duas cidades diferentes – Sarajevo e Chicago – e revela a acurada visão de mundo de Hemon, que viu seu país sumir do mapa na década de 1990 e teve que aprender a ser ele mesmo numa terra estranha. Um relato comovente sobre laços de família, paixões e memória e uma reflexão sobre como a História é capaz de mudar uma vida, tema de sua palestra na FLIP.

O Octavo de Estocolmo
Karen Engelmann


Sinopse: Recebido com resenhas entusiasmadas nos Estados Unidos e na Europa, O Octavo de Estocolmo é capaz de seduzir o mais exigente leitor de thrillers históricos. Conspirações políticas, ambição e magia dão o tom à trama protagonizada por Emil Larsson, um burocrata fascinado pela cartomancia, e um extraordinário elenco de personagens fictícios e históricos cujos caminhos se entrelaçam na Suécia do século XVIII, sob o comando de Gustavo III e à beira de uma revolução social e política. Romance de estreia de Karen Engelmann, O Octavo de Estocolmo vem sendo comparado a suspenses históricos como O enigma do oito, de Katherine Neville, e Perfume, de Patrick Suskind.

Os Guardiões da Infância #2 - Sandman
William Joyce

Sinopse: Depois de O homem da Lua, a série Os Guardiões da Infância, do multimídia William Joyce, ganha mais um mágico e divertido capítulo com Sandman – A história de Sanderson Soneca. Com ilustrações grandiosas, que são um convite à imaginação, o livro dá continuidade à história daqueles que zelam pelos sonhos das crianças de todo o mundo, protegendo-as contra o terrível Breu, o rei dos pesadelos. Sandman apresenta o pequenino e corajoso Sanderson Soneca, que sobrevoa todos os cantos do mundo em sua nuvem de areia da qual espalha grãos de sonhos pela noite, garantindo um sono tranquilo e doce para todas as crianças.
Roube como um artista
Austin Kleon

Sinopse: Verdadeiro manifesto ilustrado de como ser criativo na era digital, Roube como um artista, do designer e escritor Austin Kleon, ganhou a lista dos mais vendidos do The New York Times e figurou no ranking de 2012 da rede Amazon ao mostrar – com bom humor, ousadia e simplicidade – que não é preciso ser um gênio para ser criativo, basta ser autêntico. Baseado numa palestra feita pelo autor na Universidade do Estado de Nova York que em pouco tempo se viralizou na internet, Roube como um artista coloca os leitores em contato direto com seu lado criativo e artístico e é um verdadeiro manual para o sucesso no século XXI.
Noite Polar
Michelle Paver

Sinopse: Em janeiro de 1937, Londres já pressente a guerra. Pobre, sozinho e em busca de uma vida melhor, o jovem Jack agarra a chance de embarcar numa expedição ao Ártico. Mas na baía de Gruhuken, onde o grupo deve acampar durante um ano, o inverno traz consigo acontecimentos estranhos e Jack vê seus companheiros deixarem a expedição, um a um, enquanto percebe que algo se move em direção a ele na escuridão do ártico. Elogiado pela imprensa britânica, Noite polar é uma história sobre fantasmas, mas também uma instigante reflexão metafísica sobre vida, morte e tudo o que escapa às certezas da razão.

Túneis #4 - Armadilhas
Roderick Gordon e Brian Williams

Sinopse: Você já parou para pensar no que existe embaixo dos seus pés? Com este mote, a série Túneis, dos britânicos Roderick Gordon e Brian Williams, foi publicada em mais de 40 idiomas e conquistou milhares de leitores em todo o mundo com sua bem-sucedida mistura de Indiana Jones com Viagem ao centro da Terra. A aventura subterrânea do jovem Will Burrows atinge um novo patamar em Armadilhas, o quarto volume da série. Will jamais poderia imaginar que um buraco cavado no quintal fosse levá-lo tão longe; e muito menos que teria que enfrentar um exército violento nas camadas mais profundas e escuras da Terra para evitar que um vírus de destruição em massa extermine a vida na superfície.

As regras mudaram
Ellen Fein e Sherrie Schneider

Sinopse: Muita coisa mudou desde que a dupla Ellen Fein e Sherrie Schneider lançou, na década de 1990,o bestseller As 35 regras para conquistar o homem perfeito, seguido de Mais regras para conquistar o homem perfeito e As regras do casamento. Para as mulheres de hoje, questões como "Em quanto tempo devo responder um torpedo?" ou "Posso adicioná-lo no Facebook?" são tão importantes quanto as tradicionais regras de sedução do passado. Dando continuidade a sua consagrada série, as autoras ensinam a mulheres de todas as idades as regras da conquista na era da informação em que vivemos.

Septimus Heap #6 - Trevas
Angie Sage

Sinopse: Septimus Heap é um jovem aprendiz de mago predestinado a cumprir uma antiga e poderosa profecia. Em Trevas – o sexto volume de suas aventuras, ambientadas numa Inglaterra de conto de fadas, repleta de seres encantados, feitiços, poções mágicas, segredos e mistérios – o jovem herói tem que impedir que o maléfico Merrin Meredith ponha em prática seu plano destruidor. Mas o desafio é grande demais para Septimus, que vai precisar de toda a ajuda possível neste que é o capítulo mais sombrio de sua história.

Cavalheiros e jogadores
Joanne Harris

Sinopse: Autora de Chocolate, levado aos cinemas com Juliette Binoche e Johnny Depp, a britânica Joanne Harris conta, em Cavalheiros e jogadores, uma história em que discórdia, ambição, tradição e segredos do passado dão forma a uma trama envolvente. Ambientado na elitista escola de St. Oswald, o romance gira em torno de Roy Straitley, professor responsável pelo departamento de línguas clássicas, e do filho do zelador John Snyde. Intercalando duas narrativas, a autora constrói uma espécie de jogo de xadrez em que o peão começa a percorrer o tabuleiro sorrateiramente e o rei somente pressente o perigo 15 anos mais tarde.

É isto um homem?
Primo Levi

Sinopse: Clássico sobre o Holocausto, É isto um homem? é um libelo contra a morte moral do indivíduo. Contra o homem que se deixou desumanizar. No livro, o escritor e químico italiano Primo Levi relembra seu sofrimento num campo de extermínio, sem, contudo,invocar qualquer resquício de auto piedade ou vingança. Deportado para Auschwitz em 1944, entre outros 650 judeus italianos, Levi foi um dos poucos que sobreviveram, retornando à Itália em 1945. A precisão da linguagem, a vivência e firmeza do autor fazem desta obra uma leitura da qual é impossível se escapar ileso.