22 de abr de 2012

Janela da minha TV #7 - Grimm



Olá pessoal!
Enfim meu recesso acabou por aqui! Havia passado por semana de provas e trabalhos, o que tomou muito do meu tempo. O problema é que ainda estou bem apertada e sem tempo, e por essa razão as postagens sobre séries serão escritas mesmo, certo? O que é bem chato, porque eu me divirto muito fazendo vídeos! (Eu, minhas primas, amigas, e etc, etc, etc... XD) Mas ó, prometo fazer vocês riem o máximo possível por aqui mesmo! ^^
Abrimos uma votação, e a série escolhida para que eu comentasse um pouco foi...
GRIMM!

Eis uma breve sinopse da série:
Grimm conta a história de Nick Burkhardt (David Giuntoli), um detetive de homicídios que tem sua vida transformada ao descobrir que é descendente de uma sociedade secreta, conhecida como Grimm. Sua missão, assim como a de seus antepassados, é manter o equilíbrio entre a vida real e a mitologia. Essa ligação com o mundo das fábulas oferece alguns perigos ao detetive e seus entes mais próximos, em especial sua noiva Juliette Silverton (BitsieTulloch) e seu parceiro de trabalho HankGriffin (Russell Hornsby). Porém, quanto mais Burkhardt tenta se afastar, mais se aproxima de suas raízes e inimigos do passado.
Com a ajuda de Monroe (Silas Weir Mitchell), seu confidente, ele terá de lutar contra estranhas criaturas, conhecidas como Wesen, que o perseguem e fazem mal às pessoas do mundo real.
Assisti Grimm por indicação da Nathi. Confesso, não havia me interessado por ela inicialmente, da mesma forma que não tinha me interessado por OnceUpon a Time. Acho que pelo fato das duas séries tratarem da mesma temática. E, bem, que bom que há pessoas que me apresentam ótimas séries! Rs! E depois do episódio Piloto, foi difícil não continuar assistindo...
Grimm é dos mesmos criadores de Buffy, a caça vampiros e Angel (séries que eu estava acompanhando outra vez pra lembrar os velhos tempos, e que tive que parar por causas das aulas. :/): Jim Kouf e David Greenwalt. Não é a toa que a presente série trás alguns resquícios das outras duas, que foram uma explosão de sucesso na década de 90 e nos anos 2000. O que é bom, já que Grimm retoma aqueles contos dos famosos irmãos Jacob e Wilhelm Grimm. Contos que não mostram docinhos, fofuras, tudo rosa e azul, dos contos de fadas (Once Upon a Time se mantem nessa linha de raciocínio...). É tudo muito bruto e muitas vezes (na maioria das vezes) mau. Não foi a toa que me assustei com o primeiro episódio de Grimm. O-O
Gostei muito dos personagens, em especial o Monroe, que é muito engraçado embora sua... sua natureza seja duvidosa. Grimm é uma série com muita tensão, e é o Monroe que quebra esse clima pesado, dinamizando mais pra quem está assistindo. E quando eu digo tenso, é porque é tenso mesmo! KKKK A modernidade só ajudou aos criadores da série dando vivacidade para o suspense que eles queriam mostrar, coisa que em Buffy (sério, eu preciso comentar sobre isso...) deixava tudo engraçado (obrigada pelo avanço dos efeitos especiais... (yn) ).
Se você busca tensão, suspense e até (por que não?) um terror básico com sangue, monstros brutais e sanguinários, Grimm é uma grande pedida. Mas é como eu sempre digo, tem que ficar preparado para os sustos. Eles são muitos!
P.S.: Nick é um fofo! <3 Sempre fico apreensiva por ele. :/
P.S.S.: Grimm é:
 e meio. \o/

  • Música: SweetDrems – Eurythmics (isso porque eu não consigo me recuperar da primeira cena do primeiro episódio).

  • Trailer: 




0 comentários:

Postar um comentário