18 de jul de 2011

Resenha - Ladrões de Elite

Ladrões de Elite
Ally Carter,
Editora Arqueiro

Sinopse: Quando tinha 5 anos, Katarina Bishop distraiu os guardas da Torre de Londres para que o pai pudesse roubá-la. Aos 7, ela ouviu o tio Eddie planejar a interceptação de 80% do caviar do planeta. Quando fez 15 anos, Katarina armou um golpe por conta própria - um esquema para entrar no melhor colégio interno dos Estados Unidos e deixar para trás os negócios da família. Só que trocar de ramo e ter uma vida normal acabou sendo mais difícil do que Kat esperava. Hale, seu amigo charmoso, bilionário e antigo comparsa, logo aparece para levá-la de volta à realidade da qual ela havia se esforçado tanto para fugir. Mas é por um bom motivo: uma inestimável coleção de arte de um temido mafioso foi roubada e ele quer recuperá-la, custe o que custar. Somente um mestre do crime poderia ter realizado essa proeza e o pai de Kat é o único suspeito, embora insista em negar qualquer envolvimento. Encurralado entre a Interpol e um inimigo assustador, ele precisa da ajuda da filha. Para Kat, só existe uma saída: encontrar os quadros e roubá-los de volta. Não importa se parece impossível, se ela não tem pistas do ladrão e se o prazo é de apenas duas semanas. Com uma equipe de adolescentes talentosos e uma mãozinha da sorte, Kat está determinada a realizar o maior golpe da história da família e provar que jamais a abandonou.

-------------------------------------------------------------
Katarina Bishop vem de uma família de famosos ladrões. Porem não é tão interessada em roubos como seus familiares, por isso armou um golpe para entrar em um colégio interno, aos 15 anos, para fugir do ramo familar. Porem as coisas não funcionam como ela imaginava, pois alguém, aparentemente ela mesma, bate com o carro do diretor. Só tem um probleminha: ela dormia durante o crime. Depois disso não tem escapatória e ela é expulsa da Colgan.
Seu amigo e comparsa de "serviços (é como os ladrões chamam os roubos.)", Hale, aparece para levá-la de volta a família, dizendo que seu pai é o principal suspeito de roubar os quadros de Anturo Taccone. 
"Ele quer os quadros de volta. - A voz de Hale já estava mais suave. A rispidez havia desaparecido para ser substituída por outra coisa. - Se ele não os receber em duas semanas, então..."  - Página 22.
O único que poderia ter roubado os quadros é Bobby, o pai de Kat, não os roubou e tem até um álibe: estava roubando outro lugar e por isso a Interpol está atrás dele, e só quem pode ajudá-lo é sua filha.
Kat precisa recuperar os quadros custe o que custar e por isso sai em uma busca no mundo todo, e para isso recebe ajuda de algumas pessoas ao longo do caminho.

Os personagens do livro são jovens demais, mas isso não os impede de viajar o mundo e arquitetar planos para roubar o que já foi roubado.
Kat e Hale são amigos a muito tempo e ao longo do livro conhecemos a história dos dois e percebemos como ela é longa.
Adorei conhecer os parentes de Kat. Não sei se porque adoro máfia e a rede de crimes, mas adorei tio Eddie.
"Quandoos dois homens se separaram, um deles parou logo depois do primeiro passo. Mas o homem perfeito - o alvo perfeito - continuou andando. Ele já estava longe demais para ouvir quando Kat acenou para o "mendigo" desgrenhado e disse:
 - Oi, tio Eddie." - Página 39.
Ao longo do livro pude perceber que o crime entre a fámilia é complexo e como armar um crime pode ser mais complexo ainda. Adorei ver como Kat planejou tudo e como encontrava em cada miséra imagem, ou frase uma pista para desvendar o caso.

Nota:

E as aventuras de Kat não terminam por aí. Essa série tem mais um livro, e espero que tenha mais alguns:
Uncommon Criminals
Ally Carter,
Somente em inglês

Cuidado! Spoilers do primeiro livro.

Sinopse: Katarina  Bishop usou um monte de  rótulos em sua curta vida: Amiga. Sobrinha. Filha. Ladra Mas nos últimos  dois meses, ela é simplesmente conhecida como a menina que dirigia o grupo  que roubou o maior museu do mundo. É por isso que Kat não se surpreendeu quando lhe pediram para roubar a famoso Esmeralda  de Cleópatra para que ele possa ser devolvido aos seus legítimos proprietários.
Traduzido por mim. Espero que dê para entender.






7 comentários:

  1. Oi Nathi, to louca pra ler esse livro, já até comprei, vai ser com certeza um dos próximos livros q eu vou ler.
    Adorei a resenha.
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  2. eu vou compra esse livro com certeza eu quero ele muito .

    ResponderExcluir
  3. Passando só pra dizer q já li o livro, li ele todo em 1 dia e assim como vc adorei o livro, achei o Hale tudo de bom e a Kat super determinada, tbm adoro esse coida de mafia .. rss. To super ansiosa pela continuação do livro, mas to com uma impressão q vai demorar um pouquinho pra publicarem no Brasil.

    ResponderExcluir
  4. Estou louca para ler...mas por enquanto ainda não dá, tenho uma pilha na frente para ler e etc então...ladrões de elite vai ficando...jogado para escanteio!!!

    ResponderExcluir
  5. Estou com muita vontade de ler, mas tem uma fila enorme na frente dele e ainda tenho que ver se junto uma graninha pra comprar todos que estou querendo!
    Já li várias resenhas e todas elogiam muito!

    Só não gostei muito da capa do primeiro, mas isso é o de menos

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  6. Uncommon Criminals, por sua vez, ficou com uma capa maravilhosa! Pena que não tem versão em português ainda =/

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  7. uma pena a editora arqueiro não lançar a continuação de 'Ladrões de Elite'

    ResponderExcluir