29 de abr de 2011

Autora da vez #6 - Erica Spencer


Oi gente!!!
A entrevista de hoje é com uma autora muito legal, a:


Érika Spencer

 

1. Primeiramente, quem é Érika Spencer e por quê ser uma escritora?

Sou advogada por profissão, mas trabalho atualmente com marketing digital e estou ingressando na carreira pública. Meu lazer e ocupação favorita é escrever! Gostaria de um dia poder dizer que amo o que faço e vivo do que amo fazer! Não escolhi ser escritora, essa vocação me escolheu desde que comecei a ouvir histórias na infância! Gostar de ler é uma dádiva, mas escrever bem é uma arte! Ainda quero chegar lá!

2. Conte-nos um pouco sobre Eterno, quando ele vai ser lançado e qual o tema?

Eterno foi escrito há mais ou menos 1 ano e foi inspirado em alguns personagens de Anne Rice e em contos que eu simplesmente adoro como o Conde de Monte Cristo. Basicamente quis passar uma mensagem real e espiritualizada com base na ficção dos vampiros - tema que sou apaixonada.

3. O seu livro ainda não foi lançado, certo? Mas, até agora, houveram algumas dificuldades, em relação a aceitação dos leitores, na escrito, enfim, em relação ao universo dos escritores?

Bem, a dificuldade que encontrei foi quanto a contratação por uma boa editora. Algo que com certeza a maioria dos escritores devem passar. Assim que fechei com a editora Literata fiquei muito feliz e em mais ou menos seis meses o livro deve estar disponível ao público. Aos poucos colegas da área aos quais distribuí o original de Eterno, obtive boas críticas e estou bem satisfeita com o resultado até agora.

4. O que lhe agrada mais em ser escritora, e o que menos a agrada?

Sem falsa modéstia, mas eu não me considero uma escritora, pelo menos não ainda! kkkk Mas o que me agrada ao aspirar em condição futura  é sem dúvida o prazer em criar histórias e situações, vindas de meu imaginário e passar tudo isso para outras pessoas. A emoção de poder ser lida e até mesmo criticada! Adoro sugestões, elogios e até mesmo gosto de ser julgada pela minha obra. Cada palavra que escuto sobre meu trabalho eu utilizo em beneficio próprio, seja positiva, ou negativa. O que menos me agradaria é não ser lida! Ainda que não gostem do que escrevo, prefiro críticas a ser ignorada!

5. Além de Eterno, já escreveu ou está escrevendo outros livros, contos, etc?
Sim, estou escrevendo meu segundo livro e já tem título, chama-se: O Diário Secreto. Nada tem a ver com Eterno e fala sobre um achado nas ruínas de Jerusalém que irá mudar o rumo da história da humanidade e talvez determinar o "fim do mundo" em 2012, ou pelo menos do que se entende por um "mundo ideológico e espiritual", será revelado um diário escrito pelo próprio Jesus e isso promete aventura, polêmica e muitas surpresas.
6. Na sua perspectiva, os blogs literários ajudam na divulgação dos livros?

Sim, ajudam bastante! Desde que bem trabalhados nas mídias sociais, Twitter, redes de relacionamento específicas e etc. Gosto dos blog que postam resenhas, mas ainda que falem abertamente sobre a impressão que o livro causou. O seguidor de um blog deve procurar do blogueiro uma opinião sincera, acima de tudo, sobre o que ele está postando. Isso passa confiança para o leitor e com certeza aumenta a credibilidade do blog. Falo apenas por mim, mas acredito que todos tenham a mesma opinião: um autor gosta de ser criticado, comentado, literalmente "descascado" por sua obra. Ainda que a crítica não seja tão positiva, estou sempre aberta a ouvir a opinião dos meus leitores.

7. De onde vem sua inspiração?

Na verdade, me inspiro em meus próprios sonhos. Literalmente sonhos! Eu tenho a capacidade de sonhar muito e geralmente são coisas muito realistas e assim que desperto ponho logo no papel a ideia para não esquecer. Em seguida desenvolvo aos poucos. Confesso que não se vive 24 horas com ideias e inspirações na cabeça, mas elas vão surgindo ao nosso redor com o tempo. Tudo pode ser transformado em conto para quem fica atento às sugestões que a vida e o próprio cotidiano oferece.

8. E finalmente, o que tem a dizer aos leitores do blog?

Primeiro, parabenizar por serem privilegiados em gostar de ler, num país que se tem tão pouco incentivo à leitura. Em segundo, peço para que em breve apreciem Eterno tanto quanto eu curti escrever cada linha dessa emocionante história. Acima de tudo, espero poder passar com nitidez a mensagem de amor e espiritualidade que esta narrativa traz. Num mundo tão cheio de violência e mensagens negativas vindas da vida real, acredito que artistas e escritores podem contribuir com histórias baseadas em algo que estamos perdendo o costume de conviver: a pureza de um amor. Acredito na evolução de todos e para isso tem-se que acreditar em sentimentos bons como o perdão e a caridade, ainda que se trate das piores criaturas do universo. Abraços a todos e obrigada pela oportunidade de falar um pouquinho sobre Eterno!

5 comentários:

  1. Ah, adorei a entrevista! E principalmente, conhecer um pouco mais sobre a Erika que é uma pessoa fantástica!

    ResponderExcluir
  2. Fantástica! a Erika arrasou! Louca p/ ler Eterno!

    ResponderExcluir
  3. Oi flor.
    Vim conhecer este cantinho mais que especial e adorei.
    Que tal conhecer o boatos e afins?
    To te seguindo com o perfil do blog e o pessoal
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Te achei por acaso e vim visitar seu blog.
    Estou te seguindo.

    Depois, se puder, passa no meu blog também.
    É o Arte Around The World.

    beijos!!

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito da entrevista! =D
    E, principalmente, ficar sabendo mais sobre a autora =]

    Beijos :*

    ResponderExcluir