2 de jul de 2012

Resenha - Branca de Neve e o Caçador

Branca de Neve e o Caçador
Lily Blake
Editora Novo Conceito

Sinopse: Há dez anos, a vingativa Rainha Ravenna assassinou o rei na mesma noite em que se casara com ele. No entanto, dominar o reino tornou-se um sofrimento para a Rainha.
Para salvar seus poderes, ela deve devorar um coração puro, e Branca de Neve é a única pessoa com esse coração.
A fim de capturá-la, Ravenna recorre ao Caçador, o único homem que já se aventurou pela Floresta sombria e sobreviveu. Branca de Neve será morta pelo Caçador? Ou será treinada por ele e se tornará a melhor guerreira que o reino já conheceu?




-------------------------------------------------

Quando tudo parece perdido para o povo dominado pela megera Ravenna, eis que surge uma luz no fim do túnel: Branca de Neve, a herdeira legítima do trono consegue escapar da terrível prisão, na qual ficou presa por dez anos após a morte de seu pai.
Mas tomar um trono que é seu por direito parece mais difícil do que realmente é quando a Rainha contrata o Caçador para rastrear Branca de Neve na ameaçadora Floresta Sombria, de onde apenas um homem saiu vivo: nosso, um tanto quanto bêbado, Caçador.
Em meio a guerras e monstros, Branca de Neve precisa, acima de tudo, sobreviver à essa jornada, para ajudar seu povo.
Ela consegue? Ou morre tentando?

-------------------------------------------------

A primeira coisa que me fez correr para ler SWATH? Ter a Kristen Stewart como protagonista do filme. E sim, eu gosto dela. E não, ela não é uma pessoa sem expressão.
O Brasão da família é esse do escudo.
De qualquer forma, esse foi o primeiro atrativo, mas assim que eu pude ver o livro ao vivo, a bela arte gráfica me conquistou mais ainda. No começou de cada capítulo tem um desenho lindo com caveiras, maças e corvos. E na mesma folha que começa o capítulo, antes das primeiras palavras tem uma espécie de brasão da família da Branca de Neve: Uma árvore com raízes bem longas, sem nenhuma folha e com apenas uma maçã em um dos galhos. A editora ganhou pontos por ter dado tanta atenção à diagramação.
É, parece que a Novo Conceito aprendeu a revisar livros, e muito bem. Não percebi nenhum erro de revisão ou gramática ao longo da leitura, o que é bem prazeroso.
Vamos falar dos meus personagens favoritos: CAVALINHOS BRANCOS!!!
Não, sério, não são cavalinhos brancos, mas eles são até legais.
Sem contar a Branca de Neve, eu gostei muito dos anões. Apesar de que eles não são tão fofos como os do filme original, eles são muito engraçados, porque são muito mal-humorados.
Além dos anões, os Caçador, Eric, que é lindo (*--*), também entrou para a lista de favoritos. Com seus dois machados e uma coragem maior que ele, nosso lindo Eric mete medo em qualquer um, afinal sobreviveu à terrível Floresta Sombria. Eu não achei que é tão ameaçadora assim, mas eu não vi o filme ainda para tirar uma conclusão melhor.
Já a Branca de Neve não fica esperando o príncipe encantado para ser defendida, ela mesmo se defende, até mesmo de monstros nem um pouco amigáveis.
Apesar de ser um livro curtinho, deixou um gostinho de quero mais, afinal não será apenas um volume, mas sim uma trilogia. O que é bom, porque ficaram algumas pontas sem amarrar, que podem ser presas com nós duplos em volumes posteriores. E, diga-se de passagem, eu não vejo a hora de descobrir o que acontece com todos os outros personagens.
A leitura de Branca de Neve e o Caçador flui muito rápido, quando você percebe já chegou a última página e fica aquela coisa: "Quero mais. AGORA!!!" A escrita da Lily Blake é ótima. Ela não dá detalhes demais nem de menos, é na medida certa.
Eu realmente gostei de Branca de Neve e o Caçador. Não entrou para a lista de favoritos, mas é um ótimo livro. :)

Nota:


 

Um comentário:

  1. Por favor, que tenha uma continuação do livro! TEM QUE TER. Eu lá esperando que ela fique com ele ( finalmente a mocinha não ficaria com o príncipe, mas sim com o caçador ) e então ele se vai. :(

    ResponderExcluir