18 de mar de 2012

Janela da minha TV #4 - Pretty Little Liars


Oieeee gentê!
A resenha desse domingo será aqui mesmo, em escrito, por causa de alguns imprevistos. Eles acontecem, infelizmente, mas nós precisamos seguir em frente com eles.
Como tinha informado semana passada, houve empate entre The Secret Circle e Pretty Little Liars. Decidi começar logo com TSC porque a série não estava tão adiantada como é o caso de PLL. E nessa semana fiquei contente em saber disso, porque uma amiga minha, a Thais Lima (@thaisst) me informou que o no episódio desta segunda-feira, a identidade de “-A” finalmente será revelada. O que pode ser triste para alguns, aqueles que ainda não acompanham a série e estão pensando em fazê-lo. (Só uma dica, não entre no twitter amanhã se não quiser spoiler!)
 Pretty Little Liars é uma série do canal ABC Family, mas para os que dispõem da boa e velha TV fechada, podem conferi-la no canal Boomerang (se eu não me engano). É baseada numa série de livros do mesmo nome da autora Sara Shepard, a mesma da recente série The Lying Game (que também virou série). Agora, a série se encontra no final da sua 2º temporada, e o canal já renovou uma 3º, para delírio dos fãs mais fervorosos.
A trama se foca nas quatro garotas: Spencer Hastings (Troian Bellisario), Aria Montgomery (Lucy Hale), Hanna Marin (Ashley Benson) e Emily Fields (Shay Mitchell). Aparentemente inocentes, mas que escondem grandes segredos. Segredos esses obscuros e terríveis. Segredos que estão prestes a ser revelados pela a antiga líder do grupo, Alison DiLaurentis (Sasha Pieterse), que desapareceu misteriosamente a um ano atrás. Todos procuraram pela ‘pobre’ garota, mas não a encontraram. Aria, que havia ido embora da pequena cidade de Rosewood no mesmo período do desaparecimento de Alison, retorna a cidade, e junto com ela, ameaças e injúrias de alguém que sempre manda recadinhos e os assina como “-A”.
Aria acredita que apenas ela recebe as misteriosas mensagens, mas depois descobre que as outras três garotas, que depois de um ano se separam, também tem amostras grátis das ameaças. No começo elas acreditavam que Alison estaria viva, mas depois que descobrem o corpo da garota enterrado na sua antiga casa, elas ficam com medo e preocupadas. Não apenas porque a tal “-A” sabe de todos os segredos delas, mas também porque seus segredos, que são muitas vezes terríveis, podem ser expostos para todos.
Achei legal a série brincar com essa coisa de segredo, porque, honestamente, quem aqui não tem segredos? É um tema interessante de ser trabalhado e aproxima mais a série do seu público alvo, que são os jovens em sua maioria. E o modo como às garotas se comportam são os mesmos também. Sempre há aquela que é a líder, aquele que sabe de todos os segredos das suas companheiras, e sim, muitas vezes ela nem ao menos doa um pouco dos seus próprios pensamentos. É assim que é Alison, e tenho certeza que agora mesmo você está dando graças a Deus por sua amiga não ser essa garota!
Curiosidade é o fator chave para que o público assista ao próximo episódio, e o próximo episódio, e o próximo episódio. Eu sou uma pessoa curiosa. Extremamente curiosa! Não é atoa que LOST é minha série preferida gente. E PLL soube deixar qualquer um louco de curiosidade. A cada episódio a tal “-A” se mostra ousada e irônica. Faz-nos perguntar por que ela frequentemente chama as suas amigas de “bitchs”. Será que o desaparecimento da garota foi ao acaso? Será que alguém, uma das meninas tem algo haver com isso? E como infernos a “-A” parece se encontrar em todos os lugares — muitas vezes MUITO impróprios — em que as meninas estão? Viu só? São essas perguntas que deixam qualquer um louco, e que explica o grande sucesso da série.
A atuação dos atores, inclusive aqueles que não são os principais, na maioria não é ruim. Mas são poucas as cenas que me deixam um pouco frustrada por algumas imperfeições de alguém aqui ou acolá. Só comento uma coisa, que não havia comentado antes no vídeo sobre TSC: Oh mania dos americanos de colocarem atores extremamente maduros para o papel que devem desempenhar! A Sasha Pieterse, a Alison, sério, é a ÚNICA das garotas que realmente pode se passar por uma adolescente de 16, 17 anos.  Poxa diretores, existem muitas adolescentes que são ótimos atores e vocês simplesmente ignoram.
Uma dica se for assistir PLL: nas férias. Sério, nas férias. É uma série que vicia e te deixa MUITO curiosa, que faz com que você não pare de pensar sobre várias teorias (se junte a vários fóruns na internet, eles têm teorias muito boas!). Você, certamente, não vai querer fazer sua prova de matemática, ou algo de economia com a cabeça em PLL, não é? Tenho certeza que quando pegar a série nas férias acabará as temporadas em menos de duas semanas!
Agora vou ficando por aqui gente. Logo em baixo vou deixar mais opções de séries para vocês votarem e semana que vem eu venho aqui e comento algo! Até domingo que vem!
P.S.: Esqueci de dizer que AMO a abertura dessa série! The Pierces e sua música Secret vieram para completar PLL. Até parece que a música foi feita especialmente para a série! Ótima escolha! As expressões das meninas em vídeo também só aumenta a curiosidade dos telespectadores! KKKKKK Arrasaram!



0 comentários:

Postar um comentário