8 de nov de 2011

Resenha - Julieta Imortal

Julieta Imortal
Stacey Jay,
Editora Novo Conceito


Sinopse: Julieta Capuleto não tirou a própria vida. Ela foi assassinada pela pessoa em quem mais confiava, seu marido, Romeu Montecchio, que fez o sacrifício para assegurar sua imortalidade. Mas Romeu não imaginou que Julieta também teria vida eterna e se tornaria uma agente dos Embaixadores da Luz. Por setecentos anos, Julieta lutou para preservar o amor e as vidas de inocentes, enquanto Romeu tinha por fim destruir o coração humano. Mas agora que Julieta encontrou seu amor proibido, Romeu fará de tudo que estiver ao seu alcance para destruir a felicidade dela. 


------------------------------------------------------------


Imagine se a história que é conhecida mundialmente for uma farsa? Se tudo que você acredita for mentira? Quem parece ser mocinho é vilão, e apenas leva a um final trágico.
É exatamente isso que aconteceu com a história de Romeu e Julieta. Contada através de gerações, não passa de uma história que o verdadeiro Romeu ajudou Shakespeare a escrever.
Julieta trabalha para os Embaixadores da Luz. Sua missão é ajudar seu hospedeiro a conseguir se amar e enquanto isso, juntar as almas gêmeas e não deixar que os Mercenários corrompa um dos dois.
Já Romeu é o vilão de toda a história. Ele é um Mercenário e sua missão é corromper uma das almas gêmeas e faze-la se juntar aos Mercenários, acabando assim com o sucesso de Julieta.
Eles vivem assim por mais de 600 anos, e está na hora de acabar com esse vai e vem de almas.
Nessa última encarnação, Julieta entra no corpo de Ariel, uma jovem que sofre por ter sido queimada quando ainda era pequena. Sua melhor amiga é Gema, uma menina rica que se acha melhor que todo mundo.
Romeu é Dylan, o menino que saiu com Ariel para ganhar um dinheiro de uma aposta.
Porém, ambos não conseguem entrar em contato com seus "chefes" e isso deixa Romeu e Julieta um tanto quanto preocupados.
Qual dos dois ganhará essa disputa? Por que não conseguem entrar em contato com os "chefes"? Qual é a verdadeira história de Romeu e Julieta?
Descubra lendo esse maravilhoso livro!

-----------------------------------------------------------------------------------


Foi uma completa surpresa a leitura desse livro.
Comecei sem muita expectativa, mas ao final percebi que tinha adorado.
A leitura flui muito rápido, quando começo um capítulo é quase impossível parar. Só parei porque precisava dormir, pois tinha aula no outro dia, se não fosse por isso teria lido em um dia só.
A forma como a Stacey escreve faz com que você sinta realmente o que os personagens, ou no caso, a narradora, Julieta, pensa e sente.Quando ela ama, amamos também; Quando ela está triste, sentimos tristeza juntamente com ela.
Em vários momentos senti pena de Julieta/Ariel. Condenada a entrar no corpo de alguém, pode interferir, mas depois abandonará seu "hospedeiro" e voltará às sombras.
Gema, que é amiga de Ariel é muito chata. Não consegui gostar dela nem no final, quando fica mais ou menos boazinha.Ela consegue ser cruel demais até para ela. É intragável. Mas a história gira em torno dela, então tive que aturar.
Ben é muito fofo! *-* Não há outra palavra para defini-lo, senão fofo. Apesar de tudo que aconteceu no início, em nenhum momento sentia nojo de Ariel, ou até mesmo pena. Ele conseguiu enxergar o que havia por trás das queimaduras.
Até agora não consigo definir Romeu com clareza. É um personagem nebuloso. Várias coisas ficaram no ar até o final da narrativa onde tudo foi explicado e entendi o que aconteceu de verdade com o casal mais famoso da literatura. Apesar de tudo sempre tive esperança nele. Esperava que ele conseguiria se arrepender de seus atos e finalmente se livrar dos Mercenários. Mas no final tudo da certo. De forma irônica, muito irônica, mas tudo se acerta.
O final do livro é turbulento e acontecem coisas demais. O que não atrapalha no entendimento final da obra, mas há adrenalina demais. O que é bom...

O amor não julga e acredita que algumas vidas, ou histórias de amor, sejam mais valiosas que outras. O amor não usa as pessoas e as joga fora. Ele é infinito e nos torna pessoas mais fortes, mesmo quando a pessoa que amamos já se foi.
Página 219. 

Não esperava o que aconteceu, foi uma surpresa. Tinha algo em mente e acabou acontecendo algo completamente diferente. Apesar de tudo eu gostei bastante do livro.
Depois dessa leitura sai com uma lição que guardarei para a vida toda:
"Não importa sua aparência, sua forma de pensar ou agir. Sempre haverá um final feliz e você encontrará a paz. Basta procurá-la. Ela pode estar bem debaixo do seu nariz."

Nota:


Um comentário: