10 de out de 2011

Resenha - Estrela da Noite

Estrela da Noite
Alyson Nöel,
Editora Intrínseca

Sinopse: Certa de que Ever é responsável pela morte de Roman, Haven está determinada a destruí-la. Seu primeiro passo é separá-la de Damen, e, para isso, conta com a arma ideal: um segredo terrível sobre suas vidas passadas, que lançará uma nova luz sobre o relacionamento de Ever e Jude. Obrigada a enfrentar seus maiores medos com relação ao companheiro que escolheu para a eternidade, Ever é lançada em um combate mortal contra Haven, que poderá significar a destruição de todos. É chegado o momento de se questionar: para sobreviver, ela seria mesmo capaz de condenar Haven à escuridão de Shadowland? E será que todo o seu futuro com Damen poderia mesmo depender de uma revelação do passado?

---------------------------------------------------------------------------------------

O que dizer sobre Estrela da Noite?
Foi imensamente melhor que todos os outros quatro livros, apesar de que gosto do anteriores.
Ever finalmente conseguiu deixar de fazer besteiras. Não comete mais os mesmos erros e começou a entender porque tudo aconteceu no passado. Nessa vidas e nas anteriores.
Damen, em Chama Negra, já não era mais o mesmo; não interna, mas externamente, deixando as roupas pretas e as botas de motoqueiro para trás, e assumindo um visual "quero me livrar do karma que me persegue".
Por incrível que pareça, Ever consegue mudar de problemas, apesar de ainda te-los, são menores e não tão complicados. Sua melhor amiga, Haven, se tornou uma bruxa imortal perigosa e quer fazer Damen sofrer da mesma forma que ela sofreu por Roman. E como se não bastasse, Sabine acha que Ever é uma adolescente problemática e que precisa de tratamento psicológico.
E além de tudo, Roman deixou um belo pepino para o lindo casal resolver: Miles achou pinturas com Damen e Sabine na Itália e quer saber como elas foram parar lá e por que são de décadas atrás.

---------------------------------------------------------------------------------------

Quem acompanha a série desde o início sabe o sofrimento que acontece desde o final do 2° livro. Roman aparece e fura a linda esfera de amor em que Damen e Ever viviam. Conquista Haven e a coloca contra sua ex-melhor amiga.
Ignorando um pouco os problemas terrenos de Ever, temos também a linda Summerland, que desde Chama Negra Ever sabe que não é tão linda assim. Ao que parece há uma parte enlameada e sombria, onde a magia não acontece. Uma velha senhora habita este lugar sem vida e parasse querer algo de Ever.

Da lama se erguerá
os vastos céus oníricos alcançará
como você-você-você também deve fazer...
Das escuras profundezas
Lutará para atingir a luz
Com apenas uma vontade
A verdade!
A verdade de seu ser
Mas você permitirá?
Deixará que se levante e floresça e progrida?
Ou às profundezas a condenará?
Exilará sua alma desgastada e exaurida?
Página 232 - Estrela da Noite.

Apesar de que várias dúvidas são esclarecidas a respeito dos anteriores surgem mais algumas, que serão esclarecidas apenas em Infinito, o último livro da série. De qualquer formar, mesmo gostando desse livro, ainda não é o meu favorito. Geralmente gosto do último e do primeiro livros de séries.
Antes achava Ever meio infantil, mas agora ela deixou de falar e passou a agir.
Damen não é mais o mesmo, mas continua lindo como sempre. Nesse livro está meio amargurado pela famosa teimosia de Ever em tentar fazer tudo certo.
O triângulo amoroso se desfaz e Jude passa a procurar algo para fazer, apesar de estar deprimido.
Ava deixa de estar na narrativa central, passa a ser uma personagem de fundo, apenas alguém que já foi ativa.
Os personagens foram desenvolvidos de forma melhor, eu gostei! ;D

Nota:


Um comentário:

  1. Você teceu um bom comentário sobre os personagens e sobre o livro, que parece, junto da série, bom. Embora, também seja modinha, mas não importa.

    att.,
    Braunne BR

    ResponderExcluir