9 de jan de 2011

2012

2012












Resumo:
Alguns séculos atrás, os Maias deixaram-nos o seu calendário com uma data para o fim do Mundo. Desde então, os numerólogos encontraram padrões que prevêem esta catástrofe, os geólogos dizem que a Terra vai dar de si, e nem mesmo os cientistas podem negar o cataclismo de proporções épicas que nos espera em 2012. Uma profecia que começou com os Maias já foi vastamente discutida, falada, desmontada e examinada. Em 2012, saberemos. Nós fomos avisados...

Opinião:
Achei 2012 um filme exagerado, apesar de acreditar plenamente no calendário maia, e na teoria do Apocalipse, tem algumas coisas naquele filme meio sem sentido.
Exemplo:
  • Como assim o Havaí vira uma ilha de lava? Que lá existem muitos vulcões, isso todo mundi já sabe, mas se a crosta está se deslocando, como a ilha fica inteira? Ela não deveria ter afundado em direção ao centro da terra?
  • Se a crosta estava se deslocando como ainda fica água no mar? A água não deveria escorrer como se estivesse em um escorredor de macarrão?
  • Se o ar na superfície terrestre está inrrespiravél, como os passáros sobrevivem? Eles não deveriam morrer sufocados?
Esses são só alguns exemplos que lembrei agora. Mas não quer dizer que não gostei do filme, eu adorei, só que o mundo não deveria acabar de um jeito menos catastrófico? Sei lá, mas acho que tinha que ser menos extremo.
Apesar disso, esse filme me fez pensar sobre o que nós fizemos com a terra. Penso que como o mundo pode acabar sendo que muitas novas vidas surgem todos os dias. Penso nisso a cada vez que vejo minha família e nosso mais novo membro da família: minha priminha Yasmim.
No caminho da casa dela pra cá, pensei nisso e não acho que seria justo com essas pequenas criaturinhas que vieram ao mundo agora e não tem culpa de nada....
Enfim, é isso, espero que gostem.
Kisses!!!

0 comentários:

Postar um comentário