19 de set de 2011

Resenha - O Elemental

O Elemental
Vanessa Bosso,
Editora Baraúna

Sinopse: O que você faria se descobrisse que possui o poder sobre os quatro elementos da natureza? E que somente despertando esses poderes, poderá salvar o planeta das sombras que se aproximam? Will descobriu isso da pior maneira. Embarque nessa empolgante aventura ao lado de Will e seus amigos na busca pelos quatro elementos da natureza: terra, água, ar e fogo. A batalha está só começando. E o Elemental é o único capaz de nos salvar.




Will não é o tipo de adolescente tipicamente brasileiro. Primeiro de tudo: ele não é brasileiro. Veio dos Estados Unidos com sua mãe há alguns anos atrás.
Seu melhor amigo é Jorge, e os dois são os sacos de pancada da escola, mas já estão acostumados. Só é de se estranhar que Will seja tão rejeitado assim, afinal de contas é estrangeiro e lindo de morrer. Bem, isso você pode ter certeza, será explicado no livro.
Sua vida é drasticamente alterada depois que ele e sua mãe sofrem um grave acidente. Ele sai dessa praticamente ileso, mas não podemos dizer o mesmo de sua mãe. Ela permanece em coma. Então surge um dilema: para onde Will iria, afinal não tem parentes nem no Brasil nem em qualquer parte do mundo, não que ele saiba. Simples! Eis que surge uma bela assistente social que supostamente levaria Will para um orfanato até que sua mãe estivesse em condições de cuidar dele novamente.
Mas Lara, a assistente social não é quem diz ser. Ela não é nem um pouquinho boazinha e só quer capturar Will. Mas aparece uma luz no fim do túnel, literalmente. Arthur chega e salva Will das garras da perigosa Lara.
É nesse momento que você pensa: "Aaah, agora acabou, né?" Mas é aí que você se engana. A história do Elemental está apenas começando.
Ele é levado para a Luminus, organização que ele mesmo criou em vidas passadas, para proteger os Guardiões dos Elementos e a ele mesmo. Lá ele encontra Helena, a dona do local onde a Luminus fica e é ela quem manda em tudo; Gabriel o Guardião do Ar, Lisa filha de Helena e a Guardiã da Água, Mac o Guardião do Fogo, Jasmim a Guardiã da Terra, além de Alana, Hugo e Clara os paranormais da casa.
Para que o Elemental fosse despertado era preciso encontrar os quatro elementos. Só havia um probleminha: eles foram escondidos em locais diferentes e só quem sabia suas localizações eram os Guardiões. Mas isso aconteceu em vidas passadas e eles precisavam se lembrar. Pelo menos eles conseguiam se lembrar aos poucos.
E é a partir daí que a verdadeira aventura começa.

---------------------------------------------------------------------------

Quando eu conheci a Vanessa, há algum tempo atrás, ela estava procurando uma editora para publicar O Elemental, então eu acompanhei desde o início a verdade por trás da publicação de um livro. Eu sei que não é algo fácil, e quando ela me contou que havia conseguido a Editora Baraúna para publicar esse livro fiquei muito feliz, afinal eu gostei muito de 2012 e estava super ansiosa para ler o próximo livro dela.
Então pela minha ansiedade criou-se em volta da minha futura leitura de O Elemental uma aura de suspense, pois eu só conhecia a sinopse e um pouco do personagem principal, mais nada do livro. Mas eu confio no modo como a Vanessa escreve e sabia que ia gostar do livro.
Dito e feito! Quando comecei a ler logo percebi que adoraria O Elemental. E realmente ao terminar de ler eu cheguei a conclusão de que é muito bom mesmo.
Uma coisa que adoro no modo como O Elemental é escrito é que a história não fica presa apenas no que o personagem principal vê. Ela varia. alguns capítulos focam exatamente no que o Will não pode ver, ou seja o que acontece paralelamente ao que acontece naquele momento da narrativa.
Não sei se nesse exato momento você está pensando: "A Nathi não é suspeita para falar, afinal a Vanessa Bosso é a autora desse livro?". Pois eu não sou não. O livro poderia ser de qualquer um, mas se eu achasse bom eu diria que é bom; E se eu achasse que é ruim eu também diria.
Mas continuando... Os personagens são extremamente bem trabalhados, e ao longo da leitura você percebe que eles são direta ou indiretamente ligados de alguma forma.
Além o disso o livro não é aquela coisa extremamente detalhado, o que deixa a leitura fluente e ao mesmo tempo abre sua mente para que você mesmo(a) possa imaginar como é aquele lugar ou aquele personagem.
E os romances durante o livro todo? Ai que vontade de chorar só de lembrar que eu já terminei de ler o livro.  Os romances são tão fofinhos, que dá vontade de pular lá dentro só para encarnar um deles.
Tirando o #meu Will, os personagens que eu mais gostei (não tem como escolher só um) foram o Mac e o Gabriel, ou simplesmente Anjo. Meu signo é do fogo, então já me identifiquei logo de cara com o Guardião do Fogo. E o Anjo é tão lindo e gentil que dá vontade de cair de um prédio para ver se ele me salva.
Enfim, chega de viajar nos lindos personagens desse maravilhoso livro. Eu poderia ficar aqui um dia inteiro descrevendo todos os personagens e falando dos pontos que mais gosto.
Outra coisa que gostei em O Elemental é a forma como em certos momentos do livro eu achava que tinha certeza de alguma coisa e de repente: Bum!!! Acontecia algo que levava a história por outro rumo. Ou seja o final é totalmente imprevisível.
Com certeza esse livro vai para a lista de melhores do ano!!! *-*

Nota:




4 comentários:

  1. Ah Nathi, que delícia de resenha! Que bom que gostou do Elemental, fico muito feliz! Bjo grande.

    ResponderExcluir
  2. buenos, parece avatar!

    SuperExclamação

    ResponderExcluir
  3. Eu já achei que lembra Percy Jackson. Parece ser muito bom! Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  4. Ótima Resenha!
    ..Depois dessa resenha Como quero ler *-* !!
    Bjo Nathi ;*

    ResponderExcluir